Tamanho do texto

Zagueiro também comentou que traça como próxima meta da carreira assumir a titularidade do São Paulo

selo

A chance de erguer o taça do Campeonato Sul-Americana sub 20 ficou "atravessada na garganta" do zagueiro Bruno Uvini. O capitão da equipe desfalcou a seleção brasileira nas partidas finais daquela competição por causa de uma lesão, retornou mais cedo ao Brasil e viu da televisão o companheiro Casemiro fazer as honras e levantar a taça continental. Na decisão do Mundial da Colômbia, neste sábado, contra Portugal, Uvini não quer deixar a oportunidade escapar.

"Eu adoraria ter estado naquele pódio, mas mesmo assim me sinto parte daquele título. Agora, espero pagar essa dívida", sonha o jogador. "Os brasileiros nascem com isso no futebol. Se você se dedica a isso no Brasil, já sabe que criará muitas expectativas. Além disso, somos um país com tradição de vitórias. Assim, você já chega preparado para encarar essa situação", lembrou o são-paulino.

Capitão e titular absoluto da seleção sub 20, Bruno Uvini traça como próxima meta da carreira assumir a titularidade do São Paulo. "Agora só penso na seleção, mas o meu grande objetivo na volta é virar titular", revela o jogador, que voltou machucado do Sul-Americano e perdeu a chance de ocupar espaço de destaque no elenco tricolor. "Seria demais conquistar a taça aqui, chegar ao Brasil como titular e, um dia, disputar o Mundial de Clubes. Nem todos podem chegar tão longe com essa idade", sonha Uvini.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.