Tamanho do texto

Verdão foi batido pelo Atlético-MG e sofreu sua primeira derrota em casa no campeonato; diferença para o Corinthians é de dois pontos

Estadão Conteúdo

O Palmeiras sofreu sua primeira derrota em casa no Brasileirão neste domingo (24)
LEANDRO MARTINS/FRAMEPHOTO/ESTADÃO CONTEÚDO - 24.07.2016
O Palmeiras sofreu sua primeira derrota em casa no Brasileirão neste domingo (24)

O Palmeiras decepcionou sua torcida no Allianz Parque e perdeu para o Atlético-MG por 1 a 0, neste domingo (24). Apesar do resultado os jogadores palmeirenses fizeram questão de demonstrar tranquilidade e minimizaram o resultado negativo. Com o resultado, o time alviverde se manteve com 32 pontos e continua na ponta da tabela, tendo dois a mais do que o vice-líder Corinthians, que no sábado (23) empatou por 1 a 1 com o Figueirense .

"Claro que a gente não queria perder, mas ainda temos dois pontos na frente e temos que ter calma", disse o atacante Dudu, que explicou o motivo do time ter insistido tanto nos cruzamentos para a área. "Quando não dá de um jeito, a gente tenta de outro. A gente sabia que tinha que tocar a bola, mas eles vieram marcando forte e a gente tentou alguma forma de furar o bloqueio deles, mas não conseguimos. Agora é descansar e se preparar para o jogo com o Botafogo", analisou.

Já o atacante Róger Guedes acredita que a ausência de Gabriel Jesus ainda é algo que atrapalha o time, mas projeta uma melhora em breve. "A gente vem jogando sem o Jesus e é claro que faz parte, até porque estávamos muito entrosados no ataque. Mas também sabemos que é normal ter desfalques e uma hora a gente iria perder. Agora é erguer a cabeça", comentou.

Estreante do dia, o goleiro Vagner lamentou debutar com o resultado negativo. "Feliz por ter estreado, mas infelizmente não foi como eu gostaria. Temos uma semana para trabalhar para esse jogo contra o Botafogo e dar a volta por cima fora de casa" disse, lembrando o próximo compromisso do Palmeiras. Nos minutos finais, o goleiro foi para a área com o intuito de desviar a bola na cobrança de escanteio. "Estava acabando o jogo e a gente ainda tinha esperança", explicou.

    Leia tudo sobre: futebol

    Notícias Recomendadas

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.