Tamanho do texto

Com gol de Hernani, Furacão bateu a equipe carioca e chegou ao quarto jogo sem perder no Brasileirão; com a derrota, Flu caiu para a 12ª posição

O Atlético-PR bateu o Fluminense na Arena da Baixada e manteve a série invicta no campeonato
GUILHERME ARTIGAS/FOTOARENA/ESTADÃO CONTEÚDO
O Atlético-PR bateu o Fluminense na Arena da Baixada e manteve a série invicta no campeonato

O Atlético Paranaense confirmou a boa fase e derrotou o Fluminense por 1 a 0, neste domingo (24), na Arena da Baixada, em Curitiba. Invicto há quatro jogos, o time rubro-negro está em ascensão na competição e se projeta como um dos candidatos para uma vaga na Copa Libertadores com o que apresentou nestas primeiras 16 rodadas do Campeonato Brasileiro.

O primeiro tempo foi de amplo domínio rubro-negro, com possibilidade de uma vitória com tranquilidade. Sem muita cerimônia, os mandantes quase abriram o marcador aos 5 minutos, quando Vinícius driblou Wellington Silva e chutou forte. A bola passou pelo goleiro Diego Cavalieri, mas não por Gum, que salvou na linha do gol.

A única chance tricolor saiu de um erro de Weverton. O goleiro tentou sair com os pés, mas se atrapalhou e perdeu a bola para Richarlison. O atacante chutou fraco e viu Thiago Heleno também salvar antes da bola entrar no gol.

Melhor em campo, o Atlético voltou a criar aos 32 minutos, quando Pablo quase aproveitou o passe de Yago. O gol não demorou a acontecer. Aos 33, Walter fez bem a parede e passou para Hernani chutar forte e fazer 1 a 0. Nem o gol fez o Fluminense acordar na partida. Presa fácil, o time rubro-negro seguiu no ataque, mas sem a mesma facilidade para finalizar.

O intervalo foi o momento para o técnico Levir Culpi mexer com a entrada de Dudu para reforçar o meio de campo do Fluminense. O time melhorou e quase empatou com Marcos Júnior de bicicleta. Mas, pouco tempo depois, mostrou as suas deficiências e quase sofreu mais um gol. Primeiro foi com Hernani, em cobrança de falta defendida por Diego Cavalieri. Na sequência, a trave salvou a equipe na tentativa de Juninho.

O Atlético mostrava futebol para ter uma vitória mais tranquila. Aos 21 minutos, Yago entrou na área com facilidade e chutou cruzado para a defesa de Diego Cavalieri. No rebote, Walter concluiu, mas ficou na defesa.

Ex-jogador do Fluminense, Walter aproveitou a forma física para proteger a bola e segurar o jogo. Conseguiu. Nos momentos em que era mais pressionado, o atacante rubro-negro conseguiu esfriar a partida e, com uma assistência, foi peça importante para garantir a vitória rubro-negra na Arena da Baixada.

Com 27 pontos e invicto há quatro jogos, o Atlético, no sábado (30), vai ao Recife para enfrentar o Sport, no estádio da Ilha do Retiro. Já o Fluminense, que permanece com 21 pontos, tenta reabilitação no estádio Giulite Coutinho, em Mesquita (RJ), no domingo (31), contra a Ponte Preta.

    Leia tudo sobre: futebol