Tamanho do texto

Suíço defendeu que cada federação vote para decidir futuras sedes ao invés da definição ser restrita ao comitê executivo

selo

O presidente Joseph Blatter prometeu dar mais poder às 208 federações nacionais em detrimento do restrito comitê executivo se o Congresso da Fifa o eleger para um novo mandato nesta quarta-feira. O dirigente suíço defendeu que cada federação vote para decidir as futuras sedes da Copa do Mundo ao invés da definição ser restrita aos membros do comitê executivo.

Blatter propôs a mudança nesta quarta-feira antes da sua reeleição em um momento de crise na Fifa e suspeitas sobre o resultado do processo de escolha das sedes das Copas do Mundo de 2018 e 2022. O dirigente disse ao Congresso da Fifa que o peso da comissão composta por 24 pessoas poderia ser reduzido, com este grupo ficando com a função de indicar os países candidatos, sem "fazer recomendações".

O direito de sediar a Copa de 2018 foi dado para a Rússia, enquanto o Catar surpreendeu ao ser escolhido para receber o Mundial de 2022, o que levantou uma série de suspeitas de corrupção, que não foram comprovadas. Blatter não tem adversário na eleição presidencial da Fifa pois seu único adversário, o catariano Mohamed Bin Hammam, abandonou a disputa após acusação de suborno.

O suíço defendeu que o pior escândalo da história da Fifa pode ser resolvido dentro da própria entidade. David Bernstein, presidente da Associação de Futebol da Inglaterra, pediu o adiamento da eleição por alguns meses para permitir o esclarecimento sobre os escândalos de corrupção, dizendo que "uma coroação sem adversário oferece um mandato imperfeito".

No entanto, 172 das 208 delegações rejeitaram o pedido britânico . Blatter disse no início do seu discurso ao Congresso que "o barco da Fifa passa por águas turbulentas, mas este barco deve ser levado pelo caminho certo". "Eu sou o capitão deste barco" e que, por isso, "é minha obrigação e minha responsabilidade garantir que o barco volte para o caminho indicado", disse.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.