Tamanho do texto

Reforço do Palmeiras, argentino retorna ao Brasil nesta quarta e afirma que só depende de Felipão para estrear

Barcos está há cerca de um mês sem jogar
Getty Images
Barcos está há cerca de um mês sem jogar
No Paraguai para resolver pendências de seu visto de trabalho, o atacante Hernán Barcos , do Palmeiras , diz que não aguenta mais esperar para jogar. O argentino afirmou que volta nesta quarta-feira ao Brasil e que, se estiver com toda a documentação regularizada, só depende da vontade do técnico Luiz Felipe Scolari para jogar no domingo, contra o Santos, em Presidente Prudente.

“Graças a Deus já está tudo resolvido (com os vistos). Amanhã (quarta-feira) volto ao Brasil”, disse o atacante ao iG . Ele afirmou que ainda não está 100% fisicamente, mas que se prontifica a ajudar: “Sinto-me bem, mas ainda falta um pouco de ritmo. Mas isso só melhora jogando. Só dependo do treinador para jogar. Peço aos torcedores que confiem em mim, pois darei tudo pelo Palmeiras”.

Barcos disse que viu pela televisão o empate do Palmeiras contra o Catanduvense, no último domingo . O argentino admitiu que o time ainda não está no ponto, mas se mostra otimista: “Claro que vai melhorar. É só jogar mais, ter sequência, e tudo vai se ajeitar”. Sem atuar desde dezembro de 2011, quando fez sua última partida pela LDU, do Equador, o atacante diz que não aguenta mais esperar para voltar aos gramados. “Estou com saudades, quero jogar logo”.

Veja também: Valdivia dá susto, mas treina forte e joga na quarta-feira

O reforço palmeirense diz que gostaria de ser apresentado ainda nesta quarta-feira, mas a assessoria do Palmeiras informou que o evento deve acontecer na quinta ou sexta. Barcos será apresentado ao lado de Artur, reforço para a lateral direita. O ala, aliás, participou do time reserva no treinamento desta quarta-feira, na Academia de Futebol.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.