Tamanho do texto

Já classificados, espanhois e italianos devem encarar Bate e Viktoria Plzen com os times reservas

Entre os jogadores de Barcelona e Milan não há mais quem pense na primeira fase da Liga dos Campeões da Europa . Já classificados, ambos têm compromissos importantes nos campeonatos nacionais e os espanhois, além disso, terão a disputa do Mundial de Clubes a partir da próxima semana. Com reservas em campo, os grandes fecham a competição continental duelando outra vez com os pequenos Bate Borisov e Viktoria Plzen.

Confira a classificação da Liga dos Campeões 2011/2012

Com 13 pontos conquistados, o Barcelona já é o líder do Grupo H do torneio. São quatro vitórias e um empate na fase de grupos, sendo 16 gols marcados e apenas quatro sofridos, todos do Milan . Por falar na equipe italiana, ela está logo na segunda colocação da chave, com oito pontos. Além da derrota diante do Barcelona, foram duas vitórias e dois empates, sendo um deles contra o surpreendente BATE, na Bielo-Rússia.

Os pequenos têm campanhas tímidas, como se esperava deles antes do início da competição mais importante da Europa. O melhor deles é o Viktoria Plzen, da República Tcheca, que venceu uma vez e empatou outra diante do BATE. Os bielo-russos, por sua vez, apenas arrancaram um empate do Vik e outro do Milan, resultado mais surpreendente da fase de grupos.

Acompanhe o Tempo Real das partidas desta terça pela Liga dos Campeões

Para fechar o Grupo H, nesta terça-feira, às 17h45 (de Brasília), os reservas do Barcelona recebem o BATE Borisov em Camp Nou. Já o Milan, que ainda não definiu se entra com time misto ou não, irá a bela cidade de Pilsen, na República Tcheca, para encarar o Viktoria.

Guardiola não vê necessidade de usar titulares
O jogo contra o BATE Borisov, do brasileiro Renan Bressan, não é visto com qualquer preocupação pelos lados do Barcelona. O técnico Guardiola nem esconde o jogo e garante que o foco do time é no clássico do próximo sábado, contra o Real Madrid , valendo a chance de não deixar o líder do Campeonato Espanhol escapar, e também no Mundial de Clubes , em que a equipe só aguarda a definição das semifinais para entrar em campo.

"Tivemos mérito de chegar até aqui classificados e não temos a necessidade de usar todos os jogadores nessa última rodada. Não é nenhuma falta de compromisso com o BATE, que mostrou ser uma boa equipe e ter seus talentos individuais. Se fosse contra o Milan também pouparia", afirmou o técnico Pep Guardiola, sem vergonha de deixar seus principais astros fora do confronto.

Estão ausentes da lista de convocados os seguintes jogadores: Valdés, Daniel Alves, Puyol, Abidal, Mascherano, Keita, Sergio Busquets, Xavi, Iniesta, Cesc Fabregas, Lionel Messi, Alexis Sánchez e David Villa. Dessa forma, alguns deixados de lado no ?time dos sonhos' devem receber oportunidades, como Isaac Cuenca, Rafinha, Muniesa e Kiko Femenía.

Jogadores do Milan pedem seriedade
O técnico do Milan , Massimo Allegri, definiu a lista de relacionados, mas ainda não sabe quem vai a campo diante do Viktoria Plzen em uma partida que vale mais por turismo do que qualquer outra coisa, já que Pilsen é o paraíso das cervejas a apenas 90 km de Praga, capital da República Tcheca.

Titulares como Thiago Silva, Boateng, Zambrotta e Ibrahimovic viajaram com a delegação e participaram, inclusive, de um trabalho forte de finalização, mas devem ficar como opções no banco de reservas, pois Allegri estuda lançar Cristante, Emanuelson, Taiwo e mesmo Innocenti.

A grande novidade é a entrada de Alexandre Pato no time titular. Mesmo com a possibilidade de ser negociado com o Manchester City em troca de Carlitos Tevez, o brasileiro vê a partida como oportunidade de redenção: "Não penso em sair agora e já disse que pretendo ficar muitos anos no Milan. Vamos encarar com seriedade essa partida contra o Viktoria Plzen, porque vale três pontos como todas as outras".

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.