Tamanho do texto

Na 15ª colocação, o Bahia vive situação até certo ponto confortável. Já o Avaí é presença constante na zona de rebaixamento

A derrota para o Corinthians , no último domingo, interrompeu a sequência de vitórias do Bahia , mas a equipe pretende retomá-la neste sábado, às 18 horas (de Brasília), diante do Avaí , no mesmo cenário dos dois triunfos anteriores: o Estádio de Pituaçu.

O Tricolor só tem sabido aproveitar o fator casa há pouco tempo, quando teve êxito diante de Fluminense e Atlético-PR, na 24ª e 25ª rodada respectivamente. Antes, ser mandante não fazia muita diferença ao time baiano, que só havia conquistado duas vitórias em 13 jogos em seus domínios.

Além do Pituaçu, o Bahia terá outro trunfo para derrotar os catarinenses. O atacante Souza, artilheiro da equipe com seis gols, está recuperado de dores nas costas e deve ir a campo. Por outro lado, o técnico Joel Santana não terá o meia Carlos Alberto, suspenso pelo terceiro cartão amarelo.

Para a vaga do jogador as opções são Camacho, Lulinha, Magno e Ricardinho, sendo o primeiro o favorito a ocupá-la. Mas a confirmação da equipe só saíra minutos antes da partida. Entendendo o duelo como uma decisão, o treinador preferiu fazer mistério e não revelou os titulares.

"Testei várias situações e só vou definir o time pouco antes do jogo. Para nós vai começar as decisões. Espero a presença do torcedor e espero muito também que os jogadores atuem com muita raça e determinação", disse o treinador.

Na 15ª colocação com 30 pontos, o Bahia vive situação até certo ponto confortável. Um revés, porém, pode aproximar a equipe da degola, zona que o Tricolor freqüentou em três rodadas na competição, sendo a última há menos de um mês.

Já o Avaí é presença constante entre os quatro últimos colocados. Desde que começou a competição os catarinenses jamais estiveram acima da 17ª posição na tabela. Mesmo assim, o discurso na Ressacada ainda consegue ser otimista. Os torcedores também acreditam na recuperação do Leão e incentivaram os jogadores no embarque para Salvador.

"Não podemos mais ter falhas. Precisamos do resultado e temos que ter atitude. É isso que estou cobrando dos atletas em nossas conversas. A torcida está nos apoiando, mas precisamos retribuir a ela e a hora é agora", afirmou o técnico Toninho Cecílio, que, assim como Joel, também fez mistério durante os treinamentos e não definiu o substituto do zagueiro Gustavo Bastos, que está suspenso e é o único desfalque do Avaí para a partida.

FICHA TÉCNICA
BAHIA X AVAÍ

Local: Estádio de Pituaçu, em Salvador (BA)
Data: 01 de outubro de 2011, sábado
Horário: 18 horas (de Brasília)
Árbitro: Sálvio Spinola Fagundes Filho (SP)
Assistentes: Marcio Luiz Augusto e Alex Alexandrino (ambos de SP)

BAHIA: Marcelo Lomba; Marcos, Paulo Miranda, Titi e Dodô; Fabinho, Fahel, Hélder e Camacho; Jones e Souza
Técnico: Joel Santana

AVAÍ: Felipe; Daniel, Dirceu, Gian e Fernandinho; Bruno, Júnior Urso, Pedro Ken e Lincoln; Robinho e William
Técnico: Toninho Cecílio

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.