Tamanho do texto

Time ficou isolado no vestiário do estádio de Port Said após invasão de campo que resultou em dezenas de mortos

nullUm oficial do exército egípcio informou em entrevista à televisão do país que duas aeronaves do exército foram enviados à cidade de Port Said para resgatar jogadores e torcedores do Al-Ahly após a tragédia que matou dezenas de pessoas ao final da partida contra o Al-Masry na noite desta quarta-feira.

Deixe o seu recado e comente a notícia com outros torcedores

"Oferecemos nossas condolências às famílias de todas as vítimas. Garantir a segurança desse jogo era responsabilidade do ministério do interior. O exército queria evitar qualquer confronto com o povo egípcio", afirmou o general Ismail Etman, porta-voz do chefe do Estado Maior.

No Cairo, jogo é interrompido no intervalo e arquibancada pega fogo

A tragédia também já repercutiu na Europa e o Liverpool divulgou nota oficial lamentando o acontecimento e as mortes no estádio. "Após as tristes notícias vindas de Port Said, gostaríamos de mandar nossas condolências a todos no Egito afetados por esse trágico evento. Vocês estão em nossos pensamentos esta noite", disse o clube por meio de sua página oficial no Facebook.

    Notícias Recomendadas

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.