Tamanho do texto

Viagem de Lima a Huánuco virou atração para a delegação do time brasileiro

João Paulo Fontoura, Divulgação
Jogadores quiseram registrar o momento inusitado
No final da manhã desta quarta-feira, a delegação do Grêmio deixou Lima e rumou para Huánuco, local da partida de quinta-feira contra o León pela Libertadores. O curioso da viagem é o meio de transporte: um avião do Exército do Peru.

O translado da capital à cidade do interior dura aproximadamente uma hora, portanto, o Grêmio deve chegar às 14h, conforme informação da Rádio Bandeirantes. No final da tarde, o técnico Renato Gaúcho irá comandar um treino no estádio Heráclio Tápia, local da partida do dia seguinte. Carlos Alberto permanece como a única dúvida no time . Diego Clementino é a alternativa.

A viagem inusitada, previamente combinada pela direção do clube brasileiro, animou os jogadores. Tanto que fizeram questão de parar para fazer uma foto.

Depois de três rodadas, o Grêmio soma 6 pontos e está na 2ª colocação no Grupo 2. Junior de Barranquilla lidera a chave com 9, enquanto o León tem 3. Oriente Petrolero é o lanterna, sem ponto.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.