Tamanho do texto

Foi na 26ª rodada, sob o comando do treinador do Inter, que o time mineiro arrancou para evitar queda

Neste domingo o Atlético-MG vai enfrentar o Internacional pela 26ª rodada do Campeonato Brasileiro. A partida marca o reencontro de Dorival Júnior com o clube mineiro, pouco mais de dois meses depois que o treinador deixou o clube. Curiosamente, o jogo está marcado para 25 de setembro, praticamente um ano depois da estreia de Dorival pelo Atlético-MG, na derrota para o Grêmio em 26 de setembro de 2010, em jogo válido pela 25ª rodada.

Veja a classificação e a tabela de jogos do Brasileirão

Mas foi na rodada seguinte que o Atlético-MG iniciou a sua recuperação no Campeonato Brasileiro. Nove pontos atrás do Flamengo e na penúltima colocação, com apenas 21 pontos, o time mineiro empatou com o Ceará por 0 a 0, em Fortaleza. A partir da 26ª rodada de 2010, o Atlético-MG somou os 24 pontos que precisava para ficar na Série em 12 partidas, já que na última rodada perdeu para o São Paulo por 4 a 0.

Siga o Twitter do iG Atlético-MG e receba notícias do time em tempo real

Estreia de Dorival pelo Atlético-MG foi contra o Grêmio e derrota por 2 a 1, no dia 26 de setembro
Flickr/Clube Atlético Mineiro
Estreia de Dorival pelo Atlético-MG foi contra o Grêmio e derrota por 2 a 1, no dia 26 de setembro
Entre para a Torcida Virtual do Atlético-MG e convide seus amigos

Um dos principais nomes na reação atleticano no ano passado, o meia Renan Oliveira lembra que a situação era bem mais complicada e mostra muita confiança em outra arrancada na reta final do Brasileiro.

“Ano passado a dificuldade era maior, nossa situação era bem pior. Estávamos nove pontos atrás do primeiro time que estava fora da zona de rebaixamento. Então ainda temos tempo para recuperar, temos de buscar isso, não podemos largar. É unir ainda mais a partir de agora e buscar o maior número de pontos possíveis”, disse Renan Oliveira, que espera um jogo bem parelho, por conta dos nove meses de trabalho de Dorival Júnior na Cidade do Galo.

“Um sabe o jeito do outro trabalhar. O Dorival conhece todos os jogadores do Atlético, mas sabemos de como ele gosta de jogar. Então é procurar anular o que ele gosta de fazer dentro de campo para chegar no Beira-Rio e conquistar os pontos”.

Quem estreou na partida contra o Ceará foi o volante Fillipe Soutto , ainda que improvisado como lateral-esquerdo. A oportunidade dada por Dorival Júnior no ano passado e o aproveitamento em 2011 fazem o jogador atleticano demonstrar carinho pelo treinador, mas apenas fora de campo. No domingo Fillipe Soutto deseja vencer o ex-comandante.

“O Dorival é um cara que respeito muito e vou ter um carinho por toda a minha vida, por ter me lançado no profissional do Atlético. Mas agora estamos em lados opostos, eu quero vencer, assim como ele também quer”.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.