Tamanho do texto

Racing Santander ganhou do time da capital espanhola por 2 a 1. Júlio Baptista ajudou Málaga contra Gijón

O Atlético de Madri já não tem mais chances de se classificar à Liga dos Campeões e agora pode ficar até sem seu consolo. Nesta terça-feira, o clube da capital não se recuperou da derrota por 3 a 0 para o Málaga no fim de semana e voltou a ser derrotado, desta vez pelo Racing Santander, por 2 a 1, e deve terminar a antepenúltima rodada do Campeonato Espanhol fora da faixa que dá vaga na Liga Europa.

Mais uma vez com Diego Forlán no banco de reservas desde o começo da partida, os visitantes até conseguiram abrir o placar em Santander diante de um adversário que jogava para eliminar as já remotas probabilidades de cair para a segunda divisão nacional.

Aos dez minutos, depois de a defesa anfitriã desviar uma cobrança de escanteio, Mario Suarez, da meia-lua, bateu com força, de primeira, sem nenhuma possibilidade de o goleiro Toño alcançar a bola que entrou rapidamente em seu canto direito rasteiro.

Com o susto, o Racing foi à frente e tornou o confronto aberto, com o Atlético também pressionando, principalmente buscando Aguero, único atacante da equipe em campo. Os mandantes, porém, tiveram mais sucesso em suas investidas. Aos 37 minutos do primeiro tempo, Kennedy surpreendeu o goleiro De Gea e bateu falta perto da lateral esquerda com força, direto nas redes.

O gol fez com que o Racing, que tinha o zagueiro Henrique, ex-Palmeiras, mais uma vez como titular, dominar totalmente o duelo, tornando a virada uma questão de tempo. E não demorou muito a acontecer. Aos dois minutos do segundo tempo, Giovani dos Santos cruzou para Rosenberg, que passou por Dominguez e desempatou.

Para dar força ao seu ataque em vez de apenas se defender para evitar um novo gol rival, o técnico do Atlético de Madrid colocou Forlán no lugar do meia Elias, ex-Corinthians e da seleção brasileira. Mas o uruguaio, sonho são-paulino, nada pôde fazer além de lamentar uma vaga para a Liga Europa que pode escapar do time.

Júlio Baptista salva o Málaga
Contratado para evitar o rebaixamento do clube, o ex-jogador do São Paulo foi mais uma vez eficiente e abriu a vitória por 2 a 0 sobre o Sporting Gijón nesta terça-feira, na casa do Málaga. Triunfo que colocou o time em décimo lugar, bem distante da zona da degola do Campeonato Espanhol.

Com nove minutos de jogo, Júlio Baptista aproveitou um bate-rebate na área e concluiu de voleio, marcando um belo gol para fazer a festa da torcida mandante. Aos 22 minutos do segundo tempo, Eliseu recebeu na área à frente dos marcadores na velocidade e tocou entre as pernas do goleiro para concluir o placar.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.