Tamanho do texto

Espanhóis ficaram na liderança do Grupo I, com 13 pontos e os italianos avançaram com oito

Falcao Garcia divide bola no alto na vitória do Atlético de Madri
AFP
Falcao Garcia divide bola no alto na vitória do Atlético de Madri
Dependendo apenas de suas próprias forças para avançarem na Liga Europa, Atlético de Madri e Udinese conseguiram os resultados necessários e estão classificados para a próxima fase da competição. Os espanhóis venceram com tranquilidade o Rennes, pelo placar de 3 a 1, enquanto os italianos empataram em 1 a 1 com o Celtic.

Leia mais: Tottenham goleia, mas é eliminado da Liga Europa

A vitória deixou o Atlético de Madri na primeira colocação do Grupo I, com 13 pontos ganhos, enquanto o Rennes amargou a lanterna, com apenas três. Já a Udinese ficou em segundo, com oito, enquanto os escoceses terminaram na terceira posição.

Confira ainda: PSV vence e mantém invencbilidade na Liga Europa

Mesmo com um bom volume de jogo, o primeiro gol da partida só foi sair aos 38 minutos do primeiro tempo, com o artilheiro Falcao García. Adrián recebeu de Diego dentro da área e foi tocado por Foulquier, garantindo a penalidade máxima para os donos da casa. Na cobrança, o colombiano não perdoou e mandou rasteiro no canto esquerdo do goleiro adversário, inaugurando o placar.

Assustados, os franceses não tiverem nem tempo de reagir e sofreram o segundo quatro minutos depois. Após cobrança de falta, Domínguez subiu mais alto que os zagueiros e testou firme para o fundo das redes.

E mais: Sorteio nesta sexta-feira define jogos das oitavas da Liga

Embalados com mais um tento anotado, os espanhóis chegaram ao terceiro após uma linda troca de passes no campo ofensivo, com Turan. Com folga no placar, os anfritriões diminuíram o ritmo de jogo e viram o Rennes marcar o seu de honra, com Madjeck, de cabeça.

Já a Udinese precisava de um empate para continuar no torneio e apenas administrou o resultado diante do Celtic. Os escoceses tentavam chegar ao ataque, mas a deficiência técnica no setor de criação da equipe foi determinante para que o marcador terminasse com um gol para cada lado.

Quem saiu na frente foi o Celtic, que se aproveitou da desatenção dos anfitriões para marcar com Hooper. Entretanto, o artilheiro Di Natale foi acionado aos 45 da primeira etapa e não deu chances para os adversários, evitando uma inesperada derrota dentro de seus domínios

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.