Tamanho do texto

Patrocinadora e diretores do clube manifestam descontentamento com o incidente envolvendo o atacante uruguaio

selo

A atitude do atacante Luis Suárez no clássico entre Liverpool e Manchester United , no último sábado, está gerando grande repercussão na Inglaterra. Nesta segunda-feira, o principal patrocinador do clube, a empresa Standard Chartered, manifestou sua insatisfação com o uruguaio, que antes da partida recusou-se a cumprimentar o lateral Evra , com quem se envolveu em um caso de racismo.

Deixe seu recado e comente a notícia com outros torcedores

"Estamos muito desapontados com o incidente de sábado e já discutimos nossa preocupação com o clube", afirmou a empresa em comunicado. A Standard Chartered, que tem contrato com o Liverpool até 2013, apontou sua preocupação com a própria imagem, que poderia estar ligada ao caso de racismo.

Leia também: Suárez volta atrás e pede desculpas por não ter cumprimentado Evra

A atitude de Suárez também teria gerado grande insatisfação entre os dirigentes do clube. De acordo com informações apuradas pela BBC, o atacante teria recebido uma forte repreensão da diretoria e por isso mudado seu discurso. Após a partida, o jogador chegou a justificar sua ação, dizendo que só ele sabia pelo que havia passado, mas, no último domingo, pediu desculpas.

Veja ainda: Ferguson diz que Suárez é uma vergonha para o Liverpool

Suárez cumpriu suspensão de oito partidas, após ter proferido ofensas racistas a Evra no clássico entre Liverpool e Manchester United em outubro do ano passado. Por isso, o confronto do último sábado era esperado com grande expectativa e havia a dúvida se o lateral francês cumprimentaria o uruguaio.

E mais: Pelo Twitter, Suárez comenta polêmica e diz que 'nem tudo é o que parece'

No entanto, justamente o oposto aconteceu. Suárez recusou-se a estender a mão para Evra, o que colocaria um ponto final na polêmica. Assim, o jogador, que foi chamado de "vergonha" pelo técnico Alex Ferguson, do Manchester United, só piorou sua imagem e deu a entender que não estava arrependido.

Leia mais sobre futebol inglês no blog God Save the Ball

Apesar do ocorrido, o Manchester United parece disposto a terminar com a polêmica e divulgou um comunicado no qual afirmava ter aceitado as desculpas de Suárez. Na nota, o clube declara que "todos em Old Trafford querem terminar essa questão".

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.