Tamanho do texto

Meia de origem, argentino foi utilizado na frente contra o Palmeiras e pode seguir na função

O meia Montillo é o artilheiro do Cruzeiro no Brasileirão, com onze gols, e é o jogador que mais fez gols no time mineiro na temporada, tendo balançado as redes 20 vezes. Grande parte desses gols foram marcados com o camisa 10 atuando no meio-campo, na armação das jogadas. Mas com a efetivação de Emerson Ávila como técnico do Cruzeiro, o armador foi escalado no ataque e não decepcionou, deixando sua marca contra o Palmeiras .

Siga o iG Cruzeiro no Twitter e receba todas as informações do seu time em tempo real

Na partida contra o Palmeiras, no Pacaembu , Montillo foi escalado mais avançado, atuando ao lado de Anselmo Ramon no ataque. No primeiro tempo, pegou pouco na bola. Mas na segunda etapa, quando Emerson Ávila colocou mais atacantes em campo (Bobô, Sebá e Keirrison entraram), o meia recuou e cresceu de produção.

Entre para a torcida virtual do Cruzeiro e convide os seus amigos

Mais uma vez, o jogador mostrou faro de gol já no fim do jogo e marcou o gol de empate. Na saída do gramado, o jogador falou sobre a nova função e afirmou que precisa se adaptar, já que sempre atuou na criação das jogadas.

"Estou aqui para ajudar. O Emerson Ávila perguntou para mim se eu podia jogar pela direita, e no segundo tempo voltei para o meio. Estou à disposição para jogar em qualquer setor, do jeito que ele achar melhor para o time. Mas minha posição sempre foi meia. Agora vamos acertar algumas coisas para jogar melhor na quarta-feira", disse o camisa 10.

O técnico Emerson Ávila aprovou a atuação do argentino na nova função e não descarta a permanência do esquema tático. "Gostei do ataque, acho que o time consegue aproveitar bem os espaços assim. Chegamos mais forte no segundo tempo.Vamos aguardar para definir o time contra o Fluminense. Esperamos fazer um bom jogo", analisou o treinador do Cruzeiro.

O volante Fabricio acredita que o treinador deve deixar Montillo à vontade para escolher onde quer jogar, tamanha a qualidade do atleta. "Deixa ele (Montillo) fazer o que ele quiser. Onde ele quiser jogar, deixa o gringo fazer o que ele quiser. Temos que procurar fazer um esquema para deixar ele jogar, pois ele é o jogador que decide para gente", afirmou o volante cruzeirense.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.