Tamanho do texto

Saída ocorre pela fraca campanha da equipe no nacional, pouco antes da estreia na Copa Libertadores

O técnico argentino Diego Cagna renunciou ao cargo no Colo Colo, do Chile, por conta da fraca campanha da equipe no início do campeonato nacional, acentuada pela humilhante goleada sofrida em casa para o Universidad de Concepción.

A demissão de Cagna ocorre às vésperas da estreia do time na Copa Libertadores pelo Grupo 5, enfrentando na quinta-feira o Cerro Porteño, em Assunção, no Paraguai. Completam a chave o Santos, do Brasil, e o Deportivo Táchira, da Venezuela. O site do clube (www.colocolo.cl) anunciou a saída do técnico.

O Colo Colo perdeu por 5 x 1 em casa contra o Universidade de Concepción no sábado. O Colo Colo terminou o duelo com nove homens por conta de expulsões e sofreu sua pior derrota pelo campeonato chileno em 22 anos.

Cagna assumiu o clube em abril de 2010. Sob sua liderança, o "Cacique" lutou ponto a ponto com o Universidad Católica no último torneio, e depois de abrir vantagem na classificação geral perdeu o título nas últimas rodadas do campeonato.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.