Tamanho do texto

Giovanni Luigi contesta atuação de Evandro Roman, que havia sido criticado pelo Santos antes do jogo

Caiu na conta do árbitro parte da culpa pelo insucesso do Inter contra o Santos. Derrotado por 3 a 1 na Vila Belmiro , Giovanni Luigi, presidente do clube gaúcho, contestou a atuação de Evandro Rogério Roman.

Deixe o seu recado e comente a notícia com outros torcedores

“Foi uma atuação desastrosa. Aquele pênalti acabou iniciando a decisão da partida. O juiz prejudicou diretamente o Internacional”, disse.

Veja também: D´Alessandro admite que Santos não deixou o Inter jogar

Os três gols do adversário foram marcados por Neymar. O primeiro deles veio de um pênalti, depois que Índio e Borges se enroscaram dentro da área, em um lance de interpretação complicada.

“A arbitragem foi muito mal. Marcou faltas inexistentes e nos deu muitos cartões amarelos. O Inter poderia ter jogado melhor, a atuação não foi boa e a o Neymar desequilibrou”, analisou.

Antes do jogo, Muricy Ramalho, técnico do Santos, é quem havia contestado a escolha de Roman. Embora apite pela federação paranaense, o árbitro nasceu no Rio Grande do Sul.

Grêmio tem a maior torcida do Twitter. Amplie a do Inter

O Inter volta a campo no sábado, 21h, contra o Santa Cruz, fora de casa, pela segunda rodada do segundo turno do Gauchão.  

Entre para a Torcida Virtual do Inter e convide seus amigos

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.