Tamanho do texto

Times fizeram partidas eletrizantes e conseguiram assegurar vagas na fase de grupos da competição

Longe dos holofotes dos grandes clubes da Europa, três equipes garantiram sua presença na fase de grupos da Liga dos Campeões deste ano. O APOEL, do Chipre, o Genk, da Bélgica, e o Dinamo Zagreb, da Croácia, fizeram partidas eletrizantes e conseguiram assegurar sua participação no campeonato mais importante da Europa.

O destaque ficou por conta do cipriota APOEL, que conseguiu sua classificação nos acréscimos e fará sua segunda participação na Liga dos Campeões. O time precisava vencer por dois gols de diferença para se classificar, e conseguiu chegar ao placar desejado através de Manduca e do brasileiro Almeida.

Entretanto, aos 16 minutos do segundo tempo, Wilk surpreendeu os donos da casa e marcou para o Wisla Krakow, garantindo a classificação aos poloneses. Quando tudo parecia decidido, Almeida conseguiu vencer a retranca polonesa e garantiu de forma heroica a equipe cipriota na Liga dos Campeões.

Já o Maccabi Haifa viajou até a Bélgica, onde também defendia o placar obtido no jogo de ida, em Israel. A equipe tinha vencido por 2 a 1 e precisava apenas de um empate para se classificar. Mesmo assim, o Genk se mostrou um anfitrião indigesto e igualou o placar do primeiro jogo. Com a decisão nos pênaltis, o goleiro Koteles defendeu duas cobranças e assegurou a participação da equipe na competição continental.

Apesar do susto, a classificação do Dinamo Zagreb foi a mais tranquila das três. Após vencer o primeiro jogo por 4 a 1, o clube croata administrou a vantagem obtida e perdeu de 2 a 0 para o Malmo, da Suécia. Com isso, a equipe voltará a jogar a Liga dos Campeões depois de 12 anos sem se classificar para o torneio.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.