Tamanho do texto

Equipe carioca emprestou Rodriguinho e Tartá na última semana. Digão, Araújo e Ciro também sair

Realizar um treinamento coletivo pode parecer tarefa simples. Distribuir os 22 coletes entre titulares e reservas e acompanhar tudo da beira do gramado. Para o técnico Abel Braga , porém, a missão não é assim tão simples. Com um elenco inchado, o treinador do Fluminense busca alternativas para condicionar a equipe, observar jogadores e dar oportunidade para todos sentirem o 'gostinho' de tocar na bola.

Mercado da Bola: Veja as últimas transferências do futebol brasileiro

Com 33 jogadores de linha, o treinador tem realizado coletivos divididos em três partes. Nas duas primeiras, o time titular enfrenta os reservas e o time 'C', formado praticamente pelos jovens da base. Depois, os reservas enfrentam o terceiro time no último tempo. E se a situação não é a ideal, poderia ser ainda pior. Na última semana, o meia Tartá e o atacante Rodriguinho foram emprestados para a Portuguesa , diminuindo um pouco o excesso de atletas no elenco.

Elenco grande atrapalhou o treinador na realização de coletivos
Nelson Perez/FluminenseF.C.
Elenco grande atrapalhou o treinador na realização de coletivos

Contratos no fim
A liberação de alguns jogadores não aproveitados poderá ser facilitada já que muitos têm contrato apenas até maio. Caso do zagueiro Márcio Rosário e do volante Rodrigo . Outros, como o zagueiro Digão e os atacantes Ciro e Araújo , despertaram o interesse de equipes e podem ser liberados ou emprestados até o final da temporada. O Vitória procurou a equipe carioca e negocia para tentar a contratação de um dos nomes disponíveis.

Leia mais: Com beijo no escudo, Carleto avisa "passou da hora de me firmar"

O próprio Abel Braga já deixou claro que a situação não o agrada. Tanto que o Fluminense encerrou o ciclo de contratações com as chegadas do volante Jean e do lateral-esquerdo Thiago Carleto . O único jogador que ainda pode chegar é o meia Thiago Neves , mas a negociação com o jogador que pertence ao Al Hilal, da Arábia Saudita, só irá avançar caso o Flamengo não consiga segurá-lo na equipe.

Veja mais: Bruno leva pancada no pé direito e deixa o treinamento do Flu

"A gente está trabalhando com 33 jogadores de linha. É um número exagerado, muito alto. Mas não é fácil reduzir também, aqui não tem aquele negócio de barca, de lista. Vamos tentar administrar da melhor maneira possível. O número ideal para trabalhar é em torno de 28 ou 29 jogadores. Hoje, só de atacantes, temos nove jogadores. É complicado", declarou o treinador do Fluminense.

Confira os atletas que realizam a pré-temporada no Fluminense:
Goleiros: Diego Cavalieri, Ricardo Berna, Kléver e Léo
Zagueiros: Digão, Elivélton, Gum, Márcio Rosário, Anderson e Leandro Euzébio
Laterais : Carlinhos, Thiago Carleto, Bruno, Wallace e Stéfano
Volantes: Edinho, Diguinho, Valência, Rodrigo, Ewerton, Fábio Braga e Jean
Meias: Souza, Lanzini, Marquinho, Deco, Wagner e Lucas Patinho
Atacantes: Fred, Rafael Sóbis, Rafael Moura, Araújo, Ciro, Martinuccio, Welligton Nem, Samuel e Matheus Carvalho

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.