Tamanho do texto

Presidente do Corinthians se mostrou otimista em relação às obras do estádio e à realização da abertura da Copa em Itaquera

"Não há a menor possibilidade da abertura da Copa não ser em São Paulo". É com esse otimismo que o presidente do Corinthians , Andrés Sanchez, ignora a hipótese de outra cidade receber o a abertura do maior evento de futebol do mundo no Brasil, em 2014.

Ele também desdenha das críticas do presidente da Fifa, Joseph Blatter, e ainda o ironiza.

"O Blatter conhece tanto do Brasil quanto eu conheço da Índia. Não tem a menor chance de a abertura da Copa não ser aqui. Todo o dinheiro, as empresas e as melhores condições estão aqui. O governo já sabe disso e está se mexendo nesse sentido" afirmou o dirigente.

O otimismo que dá o tom das declarações de Andrés também se estende ao término das obras no estádio. Ele afirma que fará de tudo para que as obras fiquem prontas antes do previsto. Segundo ele, em setembro de 2013.

"Vamos fazer de tudo para ficar pronto até setembro de 2013. Mas a Fifa nos dá a chance de deixar tudo pronto só em fevereiro de 2014", completou o presidente.

Esse adiantamento, no entanto, não está nos planos da Odebrecht. O iG já mostrou que tudo só estará pronto no meio de 2014 .

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.