Tamanho do texto

Diretor de seleções da CBF diz que fase de testes chegou ao fim e que amistosos do primeiro semestre serão da seleção principal

Andrés diz que, junto a Mano Menezes, deu fase de testes como encerrada na seleção
Gazeta Press
Andrés diz que, junto a Mano Menezes, deu fase de testes como encerrada na seleção
Licenciado da presidência do Corinthians desde o dia 15 de dezembro por conta da nova função, de diretor de seleções da CBF (Confederação Brasileira de Futebol), Andrés Sanchez revelou nesta terça-feira seus objetivos no novo cargo, especialmente para o ano de 2012. E apesar de reconhecer a importância do inédito título olímpico em Londres, o dirigente deixa claro que a prioridade é da seleção principal na preparação para a Copa das Confederações, em 2013, e a Copa do Mundo , em 2014.

Leia também: Ronaldo tem mais confiança em estádios do que na seleção

"Apesar da proximidade das Olimpíadas, os amistosos de junho são da seleção principal. Eu e o Mano Menezes já conversamos sobre isso e o que ficou acertado é que a prioridade é preparar o time para a Copa do Mundo. Embora a nossa seleção seja repleta de jogadores com idade olímpica, nas partidas contra Estados Unidos, México e Argentina, assim como já terá ocorrido contra Bósnia e Dinamarca, quem joga é a principal", disse em nota divulgada pelo site da CBF.

A prioridade dada ao time principal, no entanto, não diminui a expectativa em cima da seleção olímpica, da qual se espera o ouro e não simplesmente um lugar no pódio, como na última edição dos Jogos. "É um projeto muito importante para este ano. A medalha de ouro dos Jogos Olímpicos é uma conquista inédita e nós vamos em busca dela. Seria um título para dar a confiança de que o trabalho está indo no caminho certo".

Ainda sobre o time que tentará o hexacampeonato jogando em casa em 2014, Andrés mostra preocupação em começar a definir o grupo de jogadores que disputarão a Copa. Ele afirma que em conversa com Mano Menezes foi definico que "a fase de testes já chegou ao fim".

"Está na hora de começarmos a definir o time que brigará pelo título mundial em casa. Em 2013 já teremos uma Copa das Confederações pela frente e é importante que desde já nós tenhamos uma equipe formada e preparada", afirmou.

Sobre a seleção feminina, o dirigente também reiterou a expectativa por uma conquista inédita nas Olimpíadas. Até os Jogos, acontecerão convocações mensais para treinamentos na Granja Comary e amistosos contra as seleções de Estados Unidos, França, Portugal e Japão, atual campeã do mundo.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.