Tamanho do texto

Zagueiro 'deu o cano' no embarque flamenguista para a Bolívia. Jogador esteve com advogado e tem luvas atrasadas

Alex Silva (esquerda) e Deivid foram os primeiros a falar sobre dívidas do clube com jogadores
Vicente Seda
Alex Silva (esquerda) e Deivid foram os primeiros a falar sobre dívidas do clube com jogadores
O zagueiro Alex Silva não apareceu no Aeroporto Internacional de Guarulhos e não vai embarcar com a delegação do Flamengo para a Bolívia, onde o time do Rio enfrenta o Real Potosí, dia 25 de janeiro, pela primeira fase da Libertadores.

Veja também : Ronaldinho embarca e está todo sorridente

“Na manhã desta segunda, o jogador foi liberado para se reunir com advogado em São Paulo. Ele sabia do horário que deveria retornar. Às 14h30, telefonei para o celular do jogador, atendeu outra pessoa e disse que ele ainda estava reunido com o advogado”, disse Isaías Tinoco, gerente de futebol do Flamengo. O grupo deixou o hotel rumo ao aeroporto às 15h desta segunda.

Entenda : Alex Silva é um dos jogadores com dinheiro a receber

O jogador está com parte das luvas (valor que os jogadores recebem quando a negociação é sacramentada) atrasada e foi um dos que comandaram um boicote à entrevistas em Londrina, onde o Flamengo fez a pré-temporada.

Coincidência ou não, logo após ficar claro que Alex Silva não apareceria no aeroporto, o técnico Vanderlei Luxemburgo passou a demonstrar grande agitação. Afastado dos demais membros da delegação e dos jornalistas, ele conversava ao celular e gesticulava bastante, com cara de poucos amigos.

A delegação do Flamengo chega na noite desta segunda-feira a Santa Cruz de La Sierra, seguindo na manhã desta terça-feira para Sucre, a quase 3 mil metros de altitude, onde será realizado o período de adaptação para o confronto em Potosí.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.