Tamanho do texto

Felipe acredita que má fase do lanterna da competição é passageira e pede respeito com o adversário em São Januário

Há dois meses, Vasco e Atlético-PR protagonizaram um aguardado duelo pelas quartas de final da Copa do Brasil. Era a redenção paras as duas equipes, que haviam acabado de perder o título estadual para os rivais Flamengo e Coritiba . O time carioca não apenas levou a melhor, como faturou a competição. Já o adversário, além de ficar pelo caminho, parece sentir ainda os efeitos das duas derrotas. Na noite deste sábado (18h30), em São Januário, os times voltam a se enfrentar. Desta vez, no entanto, pela décima rodada do Campeonato Brasileiro . Enquanto o Vasco, sétimo colocado com 14 pontos, tenta se aproximar do pelotão da frente, o lanterna Atlético (dois) sonha com a primeira vitória.

Siga o iG Vasco no Twitter e receba todas as informações do seu time em tempo real

Guerrón substitui Paulo Baier
AE
Guerrón substitui Paulo Baier
O Vasco terá apenas a ausência de Fágner , suspenso. Juninho Pernambucano fará sua terceira partida e já se diz à vontade, passada a ansiedade da estreia. Ele está confirmado no meio de campo, ao lado de Rômulo e Bernardo. Diego Souza, uma das principais contratações da temporada, segue barrado. O camisa 10 perdeu a posição na última rodada, na vitória sobre o Internacional, já que não vinha agradando o treinador.

Entre para a Torcida Virtual do Vasco e convide seus amigos

Ricardo Gomes tinha o medo de perder Márcio Careca e Alecsandro. O lateral-esquerdo, com suspeita de lesão no ligamento cruzado do joelho direito, sofreu apenas uma torção e foi liberado pelos médicos. Já o atacante assustou menos. Alecsandro foi poupado dos treinos durante a semana por causa de um edema na coxa direita.

Depois de vencer o Inter de Paulo Roberto Falcão, os jogadores do Vasco voltaram a sorrir. O clima, com as seguidas derrotas para Cruzeiro e Corinthians, não era dos mais agradáveis. E agora o time tem pela frente o lanterna do campeonato. Na teoria, a chance ideal para melhorar a posição na tabela. Mas há quem pregue respeito ao time paranaense.

“A posição do Atlético-PR é temporária. Eles têm um bom time. É a mesma equipe da Copa do Brasil e já mostrou sua força este ano contra a gente”, destacou Felipe, completando: “Nada melhor, para eles, do que nos vencer em casa. Vai dar uma motivação especial se isso acontecer. Então não podemos subestimá-los”.

Guerrón substitui Paulo Baier
AE
Guerrón substitui Paulo Baier
De técnico novo, Renato Gaúcho, o Atlético-PR quer espantar a crise. Até aqui, foram sete derrotas e dois empates. Além disso, o time marcou somente dois gols e sofreu 14. Sem falar na escrita de nunca ter vencido o Vasco jogando em São Januário.

“Os tabus estão aí para serem quebrados, né? Hoje, no campeonato, o Corinthians lidera. Hoje, ninguém pode afirmar que o Corinthians será campeão brasileiro. A gente trabalha, busca os objetivos para quebrar os tabus, independentemente de quem quer que seja ou onde quer que seja. A gente trabalha para ganhar”, disse Renato.

Para tentar quebrar esse tabu e a sequência de maus resultados, o treinador aposta no equatoriano Guerrón e no uruguaio El Morro Garcia para o ataque. Guerrón ganha a vaga do lesionado Paulo Baier. Além dele, o atacante Nieto e o volante Wendel também foram vetados por contusão.

Quem também está à disposição é o meia-atacante Marcinho, que retornou de empréstimo e teve seu nome divulgado no BID (Boletim Informativo Diário) da CBF na quinta-feira.

“Para sair dessa situação, todos têm que se empenhar e se dedicar, procurar fazer algo a mais. Aí, sim, a gente vai chegar onde o Atlético merece, que é, primeiro, não estar nessa situação e, depois, almejar algo mais”, comentou Marcinho.

FICHA TÉCNICA – VASCO x ATLÉTICO-PR
Local:
Estádio São Januário, Rio de Janeiro (RJ)
Data : 16 de julho de 2011, sábado
Horário : 18h30
Árbitro: Alício Pena Júnior (BA)
Assistentes : Helberth Costa Andrade e Jair Albano Felix

VASCO : Fernando Prass; Max (Allan), Dedé, Anderson Martins e Márcio Careca; Rômulo, Juninho Pernambucano, Felipe e Bernardo; Alecsandro e Eder Luis
Técnico : Ricardo Gomes

ATLÉTICO-PR : Renan Rocha; Wagner Diniz, Manoel, Fabrício e Paulinho; Deivid, Cleber Santana, Kleberson e Madson; Guerrón e Morro García
Técnico: Renato Gaúcho

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.