Tamanho do texto

Atacante passará por cirurgia nesta quarta-feira e só volta aos gramados no segundo turno do Brasileiro

Adriano durante os treinos da manhã no CT do Parque Ecológico
AE
Adriano durante os treinos da manhã no CT do Parque Ecológico
Antes mesmo de estrear no Corinthians , o atacante Adriano já é problema sério para o departamento médico do clube.

O "Imperador" deixou o treino da tarde desta terça-feira, no CT do Parque Ecológico, sentindo fortes dores no tendão de Aquiles e depois de passar por exames teve diagnosticada uma lesão grave no tendão da perna esquerda com ruptura total do tendão de Aquiles.

O atleta foi examinado pelo departamento médico do clube e constatou-se a necessidade de cirurgia, que será realizada nesta quarta-feira cedo, às 7h30, em São Paulo. O responsável pelo procedimento será o médico do clube, Joaquim Grava, que vai conceder entrevista ao meio-dia para falar sobre a cirurgia.

A previsão de volta do atacante é de cinco meses.

Adriano foi retirado da atividade desta tarde e levado às pressas para fazer exames específicos sob os cuidados de Grava que diagnosticou a gravidade da contusão.

"No final do treino, ele estava fazendo um treino com o Bruno (Mazziotti) no campo dos goleiros e aí a gente viu que tinha acontecido alguma coisa. Logo depois ele já foi levado para fazer alguns exames. Não parecia coisa leve, não", disse o auxiliar técnico da equipe, Fábio Carille.

De acordo com funcionários do clube, por volta das 17h30, Adriano deixou o CT para ser examinado no Hospital São Luiz. Ele estava muito abatido e ciente de que sua temporada poderia estar comprometida.

A estreia de Adriano era prevista para acontecer no dia 22 de maio, contra o Grêmio, na abertura do Campeonato Brasileiro. Com a lesão sofrida nesta terça-feira, Adriano só poderá jogar no final de setembro, quando o Brasileirão já estará na sua reta decisiva.

Ronaldo dá apoio
O ex-jogador Ronaldo, um dos principais responsáveis pela contratação de Adriano, usou o Twitter para mandar mensagens de apoio ao atacante, que terá que operar e só jogará em cinco meses. "Adriano, força meu irmão. Tô junto contigo nessa e tenho certeza que todo mundo que gosta de você também vai estar. Você é forte, é guerreiro.... daqui a pouco vai estar de volta fazendo o que mais gosta e o que te deixa feliz que é jogar bola", escreveu o "Fenômeno"

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.