Tamanho do texto

Atacante enfrentará pelo menos três meses de recuperação da cirurgia, necessária após a má cicratização de operação anterior

S ubmetido a uma segunda cirurgia no tendão-de-aquiles do pé esquerdo na manhã de sexta-feira, o atacante Adriano recebeu alta neste sábado, às 9 horas, do hospital Barra D'Or, na Barra da Tijuca, no Rio. Durante seis semanas, o jogador não poderá colocar o pé no chão. Porém, ele iniciará a fisioterapia já na próxima semana.

Deixe seu recado e comente esta matéria com outros torcedores

O tempo de recuperação para liberação para atividades relacionadas ao futebol é no mínimo de três meses. O médico José Luiz Runco, do Flamengo, e o ortopedista Carlos Alfredo Jasmim comandaram o procedimento e projetam uma recuperação total da lesão.

VEJA MAIS: “Não desisti ainda”, diz Adriano, após anúncio de nova cirurgia

Em abril do ano passado, Adriano sofreu um rompimento do tendão em treino no Corinthians, clube que defendia no momento. Ele foi operado, mas o polêmico atacante desrespeitou orientações dos médicos corintianos e faltou a várias sessões de fisioterapia, o que ocasionou uma má cicatrização da lesão. Poucos dias depois do procedimento foi visto caminhando em um shopping.

O peso de Adriano também é uma preocupação de Runco, que quer evitar uma sobrecarga do tendão. Quando e se estiver recuperado, o Flamengo vai sentar para discutir um contrato com o atacante.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.