Tamanho do texto

Técnico do Fluminense alertou para o perigo do adversário, que vem de triunfo sobre o líder Corinthians

O Fluminense está embalado após a vitória sobre o Internacional , no Beira-Rio, na rodada passada do Campeonato Brasileiro . Na terceira posição, os tricolores podem dormir na liderança se vencerem, no Engenhão, neste sábado, o lanterna América-MG . No entanto, o técnico Abel Braga alertou para o perigo do adversário, que vem de triunfo sobre o líder Corinthians , mas rechaçou clima de revanche pela derrota no turno.

Leia também: Abel testa Fluminense com Jefferson e Lanzini entre os titulares

"Já falei para os jogadores que meu humor muda, minha cara muda quando jogo esse tipo de jogo. Eu passo para eles uma tranquilidade contra times grandes, porque sei da maneira como encaramos essa partida. Contra o América-MG, a responsabilidade é toda do Fluminense e isso é uma armadilha. Mas, não tem revanche. O América não está atravessado pelo jogo do turno. Naquele jogo, nós ficamos atravessados na garganta com nós mesmos", disse.

Abel ressaltou que o Fluminense não vai se preocupar com viagens nesta reta final do Brasileiro, pois vai atuar no Rio de Janeiro em quatro das cinco partidas até o fim da competição.

"Terminar o ano jogando em casa, quase sem viagem é muito bom. Mas não podemos esquecer que desses quatro jogos, dois serão clássicos. O torcedor está feliz com o momento da equipe, mas o próprio resultado é que vai dizer aí o que vai acontecer. Estou cansado (risos). Não tive férias e não aguento mais andar de avião. Só estou conseguindo levar porque nosso ambiente é muito legal", finalizou.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.