Felipe Melo comprou o imóvel em 2019
Reprodução/Instagram
Felipe Melo comprou o imóvel em 2019

O imóvel, em Barueri, na Grande São Paulo, do meio-campista Felipe Melo (confira galeria de fotos abaixo) , do Fluminense , foi invadida por um homem, que alega ser ex-proprietário do imóvel. Na ocasião, foi utilizado um documento falso para entrar no condomínio do jogador. A informação é do "Brasil Urgente", da Band.


"Em 2019, o Felipe Melo e a Roberta compraram o imóvel. Os valores que eram pagos de aluguel passaram a ser pagos como parcela do imóvel e a todo momento o Felipe e a Roberta tentavam quitar esse imóvel, mas sempre havia um empecilho", afirmou André Victor, primo do volante.

Devido a situação, a família de Felipe Melo entrou com uma ação na Justiça para serem oficialmente os donos da casa e conseguiram. No entanto, o homem, que estava preso, foi solto e afirma que é o ex-proprietário do imóvel e, por este motivo, deveria receber um valor milionário pago pela mansão.

Leia Também

Em São Paulo, quem mora na residência é o filho mais velho de Felipe Melo, o primo André Victor e a esposa. O homem entrou na casa do jogador do Fluminense com a ajuda do chefe de segurança do condomínio e com um advogado se passando por um oficial de Justiça. Em seguida, os familiares deram falta de objetos de valor e uma quantia em dinheiro.

O primo de Felipe e a esposa solicitaram a identidade do suposto oficial de Justiça e também o mandado que permitira a entrada dos suspeitos. No entanto, não havia documentos e o suposto oficial era um advogado. A família do jogador registrou um boletim de ocorrência contra o homem por invasão de propriedade.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários