Aposentadoria precoce

Relembre alguns jogadores que abandonaram os gramados um pouco mais cedo.

Aguero

O caso mais recente é o de Kun Aguero, em 2021. Após sofrer com problemas cardíacos, o argentino deixou o Barcelona e anunciou a sua aposentadoria, aos 33 anos.

Reprodução

Adilson

Ex-Atlético Mineiro e Grêmio, Adilson também se despediu dos gramados por problemas cardíacos, em 2019. Naquele ano, o ex-volante tinha 32 anos.

Reprodução/Instagram

Everton Costa

Ex-Vasco, Everton Costa anunciou sua aposentadoria em 2015, aos 29 anos, após apresentar problemas no coração.

Reprodução/Instagram

Nilmar

Em 2017, o ex-Internacional iniciou uma luta contra a depressão e acabou se despedindo do futebol. Naquele ano, o atacante tinha 32 anos de idade.

Divulgação

Wendell Lira

Vencedor do Prêmio Puskás em 2015, Wendell Lira trocou os gramados da vida real pelos do videogame. O anúncio foi feito em 2016, quando o ex-atleta tinha 27 anos.

Reprodução/Instagram

Tostão

Campeão do mundo com a seleção brasileira, Tostão não conseguiu retornar aos gramados após sofrer um deslocamento de retina. Com isso, ele optou por escolher sua aposentadoria, aos 27 anos, ingressando no curso de medicina na faculdade.

Reprodução/Instagram

César Prates

Ex-Real Madrid, César Prates se despediu dos gramados em 2010, aos 35 anos, por se sentir desmotivado. Após anunciar a aposentadoria, o ex-jogador se tornou pastor de uma igreja em Santa Catarina.

Divulgação