Bolsonaro
Divulgação
Bolsonaro

Convidado pela Conmebol, o presidente da República, Jair Bolsonaro não vai comparecer à abertura da Copa América. A informação é do jornalista Rodrigo Mattos.

A autoridade havia sido convidada para o jogo entre Brasil e Venezuela, que será realizado em Brasília, nesse domingo. Entretanto, a Casa Civil avisou que o presidente não comparecerá e o cerimonial já está sendo preparado com a ausência do presidente. Vale lembrar, porém, que Bolsonaro costuma mudar de opinião e não será novidade se aparecer de surpresa na partida.

Sem país disposto a receber a competição por conta da pandemia, a Conmebol articulou com o então presidente da CBF, Rogério Caboclo (afastado por denúncias de assédio sexual), a conversa com o Governo Federal, que liberou a competição no país, após a Colômbia e a Argentina desistirem de sediar a disputa, por conta da pandemia.

Bolsonaro, inclusive, apontou em rede nacional a competição como sendo uma realização de seu governo e justificou a autorização usando como exemplo os jogos das Eliminatórias da Copa e da Libertadores.

Por outro lado, o movimento “Fora Bolsonaro”, que reúne militantes de partidos políticos e de entidades contrárias ao governo, iniciou a convocação, nas redes sociais, de uma manifestação na abertura.  A ideia é promover panelaço durante a abertura.

“O que são 475.000 pessoas? Dez estádios lotados de pessoas morreram na pandemia. A maioria dessas mortes poderia ter sido evitada. Nessa Copa América, lembre-se, Bolsonaro correu para a Conmebol, mas demorou oito meses para negociar as vacinas que poderiam ter salvado muita gente”, afirma o movimento.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários