Lucas Pratto
Twitter/Reprodução
Lucas Pratto

Lucas Pratto, ex-centroavante do São Paulo e do Atlético-MG, deve ficar livre no mercado muito em breve. Tudo indica que o atacante, que se tornou herói na final da Libertadores de 2018 diante do Boca Juniors, não voltará a vestir a camisa do River Plate. As informações são do site Tyc Sports.

Emprestado pelo time argentino ao Feyenoord, o atacante tem passe preso na Holanda até o dia 30 de junho próximo, além de mais um ano de contrato com os Milionários. Porém, ciente que não deve ser aproveitado, buscará a liberdade.

Com poucos minutos na Europa, a decisão do jogador é encontrar um destino onde possa jogar com mais regularidade. Para isso, a ideia é negociar com o presidente do River, Rodolfo D' Onofrio, o fim do contrato, em troca de uma dívida pendente. Desta forma, River estaria livre de pagar um importante contrato por mais um ano e Pratto teria a liberdade de escolher o clube onde continuaria sua carreira. 

O representante do jogador, Gustavo Goñi, falou sobre a questão. “O treinador do Feyenoord fala que tem muita confiança nele, mas aí ele muda e não coloca ele para jogar. Acho que há algo errado que ninguém quer me dizer. Lucas encontra coisas positivas em sua vida, mas está chateado por não jogar", disse.

Já o técnico do River, Marcelo Gallardo, foi abordado sobre o tema na última coletiva de imprensa e foi contundente na resposta. “Estou pensando nos jogadores que temos aqui hoje", apontou.

No Brasil, Lucas Pratto chegou em dezembro de 2014 ao Atlético-MG, após ser destaque no Vélez Sarsfield. Rapidamente ele caiu nas graças do torcedor atleticano. Com a camisa alvinegra foram 42 gols marcados em 107 partidas disputadas. Ele conquistou o Campeonato Mineiro de 2015. No São Paulo, Pratto fez 48 jogos, 14 gols e seis assistências.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários