Lance

Lance

Dudu completou 300 jogos no Palmeiras já com uma liderança consolidada como artilheiro do clube no século (70 gols) e do Allianz Parque (33). Acumula ainda 76 assistências, sendo 33 no estádio. Mas Vanderlei Luxemburgo quer vê-lo balançando mais as redes, o transformou em batedor oficial de pênalti e nem a cobrança perdida contra o Guarani mudará essa condição. Tem até aposta entre técnico e jogador: terminar esta fase do Paulista com cinco gols.

Leia também: Dudu tira sarro do Corinthians após eliminação; veja os melhores memes

dudu
Reprodução/Instagram
Dudu



- Eu me sinto confortável para bater pênalti. Tenho a confiança do grupo e do treinador. É o que procuramos. Quando você tem a confiança do treinador e do time, está sempre confortável. Treino bastante. E está 50 a 50: bati dois, fiz um e errei o outro. É trabalhar para fazer os próximos - disse o próprio Dudu , que, no primeiro tempo, fez o gol da vitória por 1 a 0 e, no segundo, sofreu a penalidade, mas viu sua finalização parar nas mãos do goleiro adversário.

Leia também: Dudu desabafa sobre seleção: "A gente aqui no Palmeiras não tem chance"

- Falei para o juiz que o goleiro se adiantou muito, e foi muito, não foi pouco. Mas acontece. E não se pode também tirar o mérito do goleiro, que pegou. Graças a Deus, não fez falta o pênalti. Preciso continuar treinando e batendo para continuar aprimorando - prosseguiu o atacante.

A confiança vem muito do tratamento que Luxemburgo tem dado a Dudu. O técnico já falou abertamente que ele precisa fazer mais gols e aparecer mais para chegar à Seleção. Montou um posicionamento tático com o camisa 7 frequentemente perto da área e deixou de lado os pênaltis que o jogador tanto evitou no ano passado. Além de insistir com treinos diários de finalização.

Assim, Dudu fez seu primeiro gol em 2020 exatamente convertendo pênalti, em derrota por 2 a 1 para o Red Bull Bragantino. Balançou as redes com bola rolando contra o Guarani e, se tivesse acertado a cobrança de sua penalidade, ficaria a dois gols de ganhar a aposta de terminar esta fase do Paulista com cinco - faltam três gols nas cinco rodadas restantes.

- Pênalti se perde, isso faz parte do jogo de futebol. Temos treinado bastante finalização com ele, é um jogador com quem trabalho especialmente. Até terminar essa fase, ele precisa fazer cinco gols. Se fizer, terei que pagar alguma coisa, uma pizza, um guaraná... - contou Luxemburgo.

- Tenho falado para o Dudu que ele é um grande jogador. Está há cinco anos no Palmeiras, mas falta alguma coisa para olhar para ele como ídolo do Palmeiras. Precisa direcionar a vida profissional para a Seleção, disputar espaço em Copa do Mundo. Para isso acontecer, precisa dar um 'up' na maneira de jogar: fazer mais gols, ser mais decisivo, chegar mais ao gol, ser mais participativo. E isso não se muda da noite para o dia - prosseguiu o técnico, elogiado por Dudu.

- Ele está cobrando bastante isso de mim. Sempre fazemos finalização após os treinos. O treinador cobra de quem gosta e sabe que tem capacidade de render, e fico feliz pela atenção que ele tem dado para mim. É um treinador muito importante para o futebol e para o Palmeiras - enalteceu Dudu .

    Leia tudo sobre: Futebol

    Veja Também

    Mais Recentes

      Mostrar mais

      Comentários