Tamanho do texto

O treinador argentinou comandou o Santos em 2019 e chega com a missão de renovar o elenco alviverde e mudar a forma da equipe jogar

Jorge Sampaoli comandou o Santos em 2019 arrow-options
Flickr oficial do Santos
Jorge Sampaoli comandou o Santos em 2019

O presidente do Palmeiras, Maurício Galiotte, foi até o Rio de Janeiro nesta quinta-feira (12) e fechou os últimos detalhes do acordo com o argentino Jorge Sampaoli, que será o técnico do Palmeiras a partir de 2020.

Leia também: Nacional promete ir à Fifa cobrar dívida milionária do Palmeiras por Borja

Conforme publicado com exclusividade pelo iG Esporte, Sampaoli e Palmeiras já tinham um acordo verbal antes mesmo da saída do treinador do Santos.

Galiotte foi ao Rio de Janeiro nesta quinta apenas para resolver as questões financeiras da operação e algumas exigências de Sampaoli, que pediu inicialmente R$ 1,7 milhão de salários para ele e sua comissão técnica, enquanto o Palmeiras oferecia R$ 1,2 milhão. Após a negociação, o acordo foi fechado em cerca de R$ 1,5 milhão por mês, mais bonificações por conquistas.

Leia também: Em despedida, Prass diz que saída do Palmeiras foi decisão de Alexandre Mattos

O anúncio da contratação de Sampaoli deve ser feito ainda nesta semana e depende apenas da assinatura do contrato. Neste momento, o staff do treinador analisa a papelada para poder selar o acordo.