Tamanho do texto

Raposa foi derrotada por 2x0 na Arena do Grêmio e precisa de uma combinação de resultados para se manter na Série A do Brasileirão

Lance

Grêmio x Cruzeiro arrow-options
Agência O Globo
Grêmio x Cruzeiro

Desesperado, o Cruzeiro visitou o Grêmio no Rio Grande do Sul nesta quinta-feira (05), e foi derrotado por 2x0, complicado ainda mais sua situação no Campeonato Brasileiro . Para evitar o rebaixamento, a Raposa precisa vencer o Palmeiras e torcer por um tropeço do Ceará na última rodada.

O atacante David disse antes do jogo com o Grêmio, derrota por 2 a 0 da Raposa, gols de Ferreira e Pepê, nesta quinta-feira, 5 de dezembro, na arena gremista, pela 37ª rodada, que após a derrota do Ceará para o Corinthians deixaria o time mineiro mais confortável no campeonato, pois dependeria apenas dos seus esforços.

David estava errado, pois a Raposa chegou à 15ª derrota no Brasileiro, estaciona nos 36 pontos e precisa de um milagre, pois não depende mais de seus esforços para evitar a queda para a segunda divisão. A matemática é a seguinte: o Cruzeiro tem de vencer o Palmeiras, em BH, na última rodada e torcer pela derrota do Ceará. Um empate do Vozão rebaixa a equipe celeste.

A equipe de Adílson Batista teve brio, correu, perdeu um jogador por lesão, Robinho, após fazer as três substituições, complicando ainda mais sua situação na tabela. O Grêmio, cumprindo tabela, usou o que tinha de melhor e ainda pôde colocar os jovens da base, que acabaram decidindo o jogo a favor do Tricolor.

Resta ao Cruzeiro fazer o que não vem conseguindo: ter o fator casa a seu favor para tentar vencer o time paulista, que já está na Libertadores e briga ainda pelo vice-campeonato Brasileiro.

Não tem moleza

Grêmio inicia jogo com praticamente todo o time titular, criando bons lances de ataque, mesmo com a defesa da Raposa estar bem postada. O Cruzeiro tenta uma marcação mais no campo do adversário, mas com jogadores lentos, peca no último passe.

Éderson quase marca

O jovem volante consegue ganhar na velocidade de Kanneman, vê Paulo Victor adiatando, dá um “tapa” por cima, mas o goleiro gremista espalma.

David + bola limpa perto do gol = chute na arquibancada

O atacante da Raposa continua demonstrando que não tem qualidade para conduzir o ataque azul. Em duas chances em que conseguiu limpar a jogada, isolou a bola, mesmo tendo o corpo equilibrado para o arremate. Adílson Batista tinha de fazer igual as professoras no passado e mandar o David escrever: “não devo errar o gol, não devo errar o gol” e treinar finalizações.

Quase foi expulso...Adílson age rápido

Ariel Cabral, lento no meio de campo, sendo dominado pelos meninos do Grêmio, comete uma falta. Leva o cartão amarelo. Em seguida, puxa novamente o atacante gremista. Todos preparavam para ver o segundo amarelo e a expulsão em seguida. Mas, o árbitro André Luiz de Freitas deu “uma moral” para a Raposa e não puniu o volante. Adílson Batista percebeu logo a situação e colocou Robinho no lugar de Cabral.

Orejuela deslocado

A ideia de colocar o lateral-direito como ponta até era promissora. Porém, a falta de cacoete do colombiano de atuar no ataque fez diferença. Orejuela voltava com frequência para a defesa e o fator surpresa, quando ele sai do setor defensivo para o ataque foi perdido, deixando ele pouco útil na partida. Edílson não comprometeu, mas também não mostrou muita coisa, algo recorrente no seu ano pela Raposa.

Quaseee…

Em boa trama de Egídio e Ezequiel, Robinho chuta e Michel salva o gol certo da Raposa. Que fase do Cruzeiro. Um feito perdido.

Robinho fora. Cruzeiro com um a menos

O meia quase marcou o gol da Raposa, mas ao tentar pegar o rebote, bateu o joelho em disputa com Michel e Paulo Victor e acabou levando a pior. Como já havia feito as três substituições, o time azul ficou com um a menos o restante da partida.

Renato aproveitou o homem a mais. Gol do Grêmio

Em um belo lance de contra-ataque, Cebolinha faz um belo corta-luz e o jovem Ferreira, domina, chuta, a bola desvia em Egídio, sem chances para Fábio. Drama azul ficando cada vez maior.


Que jogada de Pepê...Pênalti e...Gol do Grêmio

O jovem da base gremista fez a fila na defesa do Cruzeiro e só foi parado com falta dentro da área celeste. O garoto foi para a cobrança e colocou a bola para um canto, Fábio no outro.

Vitória consolidada

O Grêmio soube ser mais time e se aproveitou das limitações da Raposa que viu a molecada gremista dando um show na arena do time gaúcho. Agora só um milagre salvará o time azul de jogar a Série B em 2020.

Última rodada

O Cruzeiro recebe o Palmeiras, domingo, 8 de dezembro, às 16h, no Mineirão. O Grêmio, vai a Goiânia, no mesmo dia e hora, encarar o Goiás e encerrar sua participação nesta edição do Campeonato Brasileiro de 2019.

FICHA TÉCNICA

Grêmio 2 x 0 Cruzeiro

Local: Arena do Grêmio
Data-Hora: 5 de dezembro de 2019, às 19h15.
Arbitragem: André Luiz de Freitas Castro(GO)
Assistentes: Fabrício Vilarinho da Silva e Cristhian Passos Sorence(GO)
VAR: Wagner Reway(PB)
Cartões Amarelos: Egídio, Ariel Cabral, Edílson, Cacá(CRU)
Cartões Vermelhos: Egídio(CRU)
Público e Renda: Pagantes: 18.306/Total: 20.454/Renda: R$ 635.190,00

Gols: Ferreira, aos 21’-2ºT(1-0), Pepê, aos 39’-2º T(2-0)

GRÊMIO: Paulo Victor; Rafael Galhardo(Patrick, aos 21’-2ºT), David Braz, Kannemann e Cortez; Michel, Matheus Henrique; Pepê, Diego Tardelli(Ferreira, aos 15’-2ºT) e Everton Cebolinha; Luciano(Isaque, aos 34’-2ºT). Técnico: Renato Gaúcho

CRUZEIRO: Fábio; Edilson, Cacá, Léo e Egídio; Henrique, Ariel Cabral(Robinho, aos 41’-1ºT), Ederson e Orejuela(Ezequiel, aos 11’-2ºT); David e Fred(Pedro Rocha, aos 9’-2ºT). Técnico: Adílson Batista