Igor Gomes abriu o placar no Morumbi após bom passe de Antony. São Paulo venceu por 2 a 0
Luis Moura / WPP / Agencia O globo
Igor Gomes abriu o placar no Morumbi após bom passe de Antony. São Paulo venceu por 2 a 0

Neste domingo (27), o São Paulo recebeu o Atlético Mineiro no Morumbi pela 28ª rodada do Campeonato Brasileiro e empatou em 1 a 0.

Leia também: Ibra no Flamengo? Torcedor pede contratação e dirigente responde: "vou ver"

O único gol da partida foi marcado por Igor Gomes aos seis minutos do segundo tempo depois de boa jogada de Antony. Aos 11 minutos, Vitor Bueno ampliou o placar para os donos da casa.

Na rodada do fim de semana o Tricolor terá o clássico paulista contra o Palmeiras. Os rivais se enfrentam no Allianz Parque, quarta-feira (30), as 19h30. Já o Atlético Mineiro recebe no Independência a Chapecoense, no mesmo dia e horário.

Você viu?

NA PRESSÃO

O início do Tricolor começou preocupante, com erros de passes e ainda tomou sustos do ataque do Galo. Porém, rapidamente, fez valer o mando de campo e empurrou os mineiros para a defesa. Reinaldo teve a melhor oportunidade em bela cobrança de falta. Alexandre Pato, Igor Vinícius e até Bruno Alves também testaram os reflexos do goleiro Cleiton. Junto a isso, um baile de posse de bola, como é característica dos times de Fernando Diniz, porém pecou no último passe. Os atleticanos voltaram a perturbar somente no fim da etapa inicial.

É CAIXA, É CAIXA...

A tônica do segundo tempo foi a mesma: São Paulo no campo ofensivo, enquanto o Atlético-MG se defendendo da maneira que pôde, porém resistiu até aos cinco minutos. Antony fez bela jogada na área, cruzou rasteiro e Igor Gomes, como um centroavante, empurrou para o fundo da rede. E não demorou muito para sair o segundo. O autor do primeiro gol lançou para Vitor Bueno, que teve o trabalho de dominar, chutar com força e comemorar.

Leia também: 15 anos sem o zagueiro Serginho. Relembre outras tragédias no esporte

CONSCIENTE

Depois de conseguir vantagem no placar, Fernando Diniz foi cauteloso nas substituições para suportar uma possível pressão do Atlético-MG no fim do jogo. Dito e feito. O Galo procurou tirar o prejuízo nos minutos finais, mas a defesa paulista conseguiu reduzir os espaços e o ataque ainda assustou algumas vezes o goleiro mineiro. Mesmo com algumas tramas, a vitória ficou para o time da casa, merecidamente.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários