Tamanho do texto

Bhel acompanhou o empate do Palmeiras com o Athletico paranaense na Arena da Baixada, em Curitiba, e acabou se envolvendo em confusão; veja

Lance


A esposa de Bruno Henrique, volante do Palmeiras, foi vítima de agressões físicas e verbais na saída da Arena da Baixada, nesse domingo, após o empate por 1 a 1 diante do Athletico-PR, em Curitiba. Bhel Dietrich estava acompanhada por familiares do capitão do Verdão.

Leia também: Conheça Bhel, a mulher de Bruno Henrique que bateu de frente com torcedor

Bruno Henrique e Bhel arrow-options
Reprodução/Instagram
Bruno Henrique e Bhel



A confusão ocorreu depois da partida. Um grupo de torcedores palmeirenses reconheceu a mulher de Bruno Henrique e passou a ofendê-la. Bhel Dietrich chegou a ser alvo de empurrões em meio à pressão, mesmo estando acompanhada de uma criança e um senhor, como relatou o Globo Esporte.

Leia também: Bruno Henrique e esposa discutem com torcedor do Palmeiras na rua; assista

Tanto Bruno Henrique quanto seus familiares ainda não se posicionaram sobre a agressão desse domingo. O elenco do Palmeiras segue em Curitiba até esta segunda-feira, terá folga na terça-feira e se reapresenta na Academia de Futebol no dia seguinte.

Não é a primeira vez que torcedores acabam envolvendo Bhel Dietrich em confusão. Em 2 de setembro, dia seguinte à derrota por 3 a 0 para o Flamengo, ela aparece ao lado de Bruno Henrique repreendendo um torcedor que cobrava o volante enquanto ambos passeavam com seu cachorro.

Na mesma semana, logo depois da apresentação do técnico Mano Menezes, um grupo de membros da Mancha Alviverde protestou em frente à Academia de Futebol. Bhel Dietrich levou o marido para treinar e, na saída, de dentro do seu carro, ouviu xingamentos, além de seu veículo ter sido alvo de um tapa de um torcedor, mas os outros manifestantes reprovaram o ato.

A Mancha Alviverde vem realizando protestos frequentes desde a eliminação nas quartas de final da Libertadores, em 27 de agosto, com derrota por 2 a 1 para o Grêmio, no Pacaembu. Mas o principal alvo tem sido o diretor de futebol Alexandre Mattos, que levou o caso à Justiça.

Leia também: Palmeiras só empata com Athletico e distância para o Flamengo aumenta

Atual campeão nacional, o Palmeiras ocupa a segunda colocação do Campeonato Brasileiro, com 54 pontos, dez abaixo do Flamengo. O próximo compromisso da equipe de Bruno Henrique será no domingo, diante do Avaí, na Ressacada, em Florianópolis (SC).