Tamanho do texto

Treinador tem contrato com o Rubro-Negro junho de 2020 e negou que a violência do Rio de Janeiro pode antecipar o seu adeus

Jorge Jesus no Flamengo arrow-options
Reprodução
Jorge Jesus vive excelente momento no Flamengo

Vivendo um excelente momento no Flamengo, o técnico Jorge Jesus negou que deixará o clube em 2020 por conta da violência no Rio de Janeiro, notícia que foi divulgada pela imprensa portuguesa. Em entrevista ao "Esporte Espetacular", que irá ao ar no domingo, o comandante afirmou que está adaptado à cidade.

Leia também: Corinthians e Flamengo podem herdar os títulos do Cruzeiro na Copa do Brasil?

"Eu não quero ser o transmissor de coisas que eu não vejo. Mas é o que se fala: "Mister, não ande com relógio, não ande com colar"... Mas não quero falar disso porque me sinto normal, me sinto bem. Mas aquilo que se fala lá fora é o fim do mundo. Se um dia eu tiver que sair do Flamengo , nunca será por causa disso. Nunca! Porque esses problemas, se eles existem, eu estou lá para combater. Eu não saio, estou lá", disse Jorge Jesus .

No entanto, o treinador português não descartou deixar o clube por outras razões, como influência externa no futebol e não ter autonomia para trabalhar.

Leia também: Flamengo vai pagar R$ 82 milhões para ter Gabigol em definitivo

"Sou capaz de sair por outras coisas muito, muito, muito mais fáceis. Que tem a ver com a minha decisão de treinador. Quem trabalha comigo sabe como eu sou. Eu decido. O clube não é meu, tem um presidente acima, uma administração, mas na equipe sou eu que mando. E quando há qualquer coisa que não é como quero, eu (bate na mão) vou embora.", completou.
Jorge Jesus assinou contrato com o Flamengo até junho de 2020. Atualmente, sua equipe é líder do Campeonato Brasileiro e está classificada às semifinais da Libertadores.