Torcida Peñarol
Reprodução
Torcedores do Peñarol fazem ameaças ao Flamengo

O Flamengo já esperava um clima quente em Montevidéu, no Uruguai, no duelo de volta contra o Peñarol, pela fase de grupos da Copa Libertadores. Se no jogo de ida, no Rio de Janeiro, os uruguaios provocaram uma pancadaria generalizada em plena praia de Copacabana, no dia 3 de abril, quando um flamenguista ficou gravemente ferido, agora os torcedores ameaçaram os rubro-negros através de um cântico.

Os 'carboneros', como são conhecidos os adeptos do Peñarol , tem cantado que se os três torcedores que estão presos no Rio não voltarem, o Flamengo não sairá de Montevidéu ('Si no vuelven los pibes, Flamengo no se va').

Esse cântico tem estado em jogos do Peñarol desde o dia 06 de abril, três dias depois do episódio no Rio de Janeiro. Dennis Oscar Viega Gonzalez, Fernando Segundo Carreno Tucce e Gianfranco Steffano Cattapan Flores, que se encontram todos presos preventivamente, foram denunciados pelo Ministério Público do Rio de Janeiro e estão à disposição do Juizado Adjunto do Torcedor e dos Grandes Eventos.

Leia também: Planejamento, grana e título: quanto vale o 'jogo do semestre' para o Flamengo?

Na denúncia aponta que os três torcedores promoveram tumulto, praticaram e incitaram a violência durante o trajeto de ida ao primeiro encontro pela Libertadores no  Maracanã , tendo desferido golpes com garrafa e cadeiras, chutes e socos contra o rubro-negro, causando-lhe lesões corporais ao menos de natureza grave.

O torcedor do Flamengo  ainda segue internado no Hospital Miguel Couto em coma induzido e já foi submetido a procedimento cirúrgico, em função de traumatismo craniano.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários