Tamanho do texto

Confira o que de melhor aconteceu nos quatro jogos desta tarde de mais uma rodada do Campeonato Brasileiro, que teve um total de 18 gols

Quatro jogos agitaram a 11ª rodada do Brasileirão 2018 na tarde deste domingo. No Castelão, o Ceará recebeu o Palmeiras e empatou em 2 a 2, já no Independência, Atlético Mineiro e Fluminense fizeram gols de sete gols, com vantagem para os alvinegros: 5 a 2, em sua Arena, o Grêmio venceu o América Mineiro pelo placar mínimo e o Bahia arrancou empate em 3 a 3 com o Botafogo na Fonte Nova após estar duas vezes atrás do placar.

Leia também: Confira como está a tabela atualizada do Campeonato Brasileiro

Jogadores do Atlético Mineiro se abraçam após um dos gols na goleada sobre o Fluminense pela 11ª rodada do Brasileirão
Bruno Cantini / Atlético
Jogadores do Atlético Mineiro se abraçam após um dos gols na goleada sobre o Fluminense pela 11ª rodada do Brasileirão

Os três pontos do Atlético Mineiro fizeram a equipe subir para a segunda colocação no Brasileirão , com 20 pontos. O Grêmio subiu para quarto, agora com 19 pontos, e o Palmeiras, que chegou a ser vice-líder, com 18 pontos é o quinto colocado. O Fluminense, que acumula três derrotas seguidas é o 11º, com 14, o Botafogo está em 12º, também com 14, o América é o 13º, com 13, O Bahia tem nove pontos na vice-lanterna e o Ceará segue sem vencer e na última posição, com cinco pontos.

Fortaleza

O Palmeiras começou muito bem e logo aos cinco minutos fez seu primeiro gol, com Thiago Santos, de cabeça, após cobrança de escanteio de Dudu. Após perder boa chance com Ricardinho, o Ceará foi castigado aos 22 minutos, quando Lucas Lima roubou boa de Luiz Otávio, passou para Hyoran, que serviu Willian, que devolveu e cruzou para Dudu ter o trabalho de empurrar e ampliar para o Palmeiras.

Aos 25 minutos, no entanto, o Ceará respondeu com cruzamento de Samuel Xavier da direita que chegou para Felipe Azevedo cabecear sozinho para o fundo do gol. O time da casa seguiu pressionando e teve duas boas chances de empatar, mas não conseguiu.

Ceará e Palmeiras empataram em 2 a 2 em Fortaleza
Mauro Jefferson / Cearasc.com
Ceará e Palmeiras empataram em 2 a 2 em Fortaleza

Se no primeiro tempo as chances foram logo nos primeiros minutos, no segundo, ela veio apenas aos 15. Marcos Rocha lançou Edu Dracena, que dominou no peito e bateu firme sem ângulo, a bola bateu no travessão e saiu.

Na sequência da partida, o Ceará até que tentou pressionar, mas não conseguiu assustar Jaílson, enquanto o Palmeiras administrava o resultado. Aos 31, outra boa chance palmeirense. Willian serviu para Hyoran na entrada da área, que pegou de primeira e mandou pra fora.

Quando a partida parecia definida, aos 42 minutos, Pio cruzou na área palmeirense, Felipe Azevedo desviou e Elton, aquele, empurrou para o fundo do gol em saída errada de Jaílson. Foi o empate do Ceará. O Palmeiras foi pra cima tentar os três pontos e teve boa chance com Moisés, mas o goleiro Éverson fez grande defesa. Aos 50 minutos, o árbitro finalizou a partida em Fortaleza.

Belo Horizonte

Dentre os quatro jogos da tarde, o do Independência foi o mais agitado no primeiro tempo. O Atlético Mineiro já havia perdido duas chances e o Fluminense uma. Mas aos 28 minutos, após escanteio, o lateral direito Gilberto cabeceou e marcou para o time carioca.

O time mineiro foi para cima em busca do empate e desperdiçou outras duas boas chances até que aos 34 minutos Patric cruzou, Leonardo Silva dominou e chutou forte para as redes. Já aos 45, Roger Guedes recebeu bom passe, ajeitou o corpo e mandou no ângulo de Júlio César, virando a partida. Deu tempo, no entanto, para Pedro empatar, aos 47, após falha bizonha de Patric.

Leia também: Brasil domina a Áustria e vence em último amistoso antes da Copa do Mundo

Róger Guedes foi o destaque da vitória do Atlético-MG sobre o Fluminense
Bruno Cantini / Atlético
Róger Guedes foi o destaque da vitória do Atlético-MG sobre o Fluminense

Com Pedro, o Fluminense teve boa chance de virar a partida logo aos três minutos, mas ele acabou finalizando para fora praticamente da marca do pênalti. Aos 12, Tomás Andrade chutou bem, a bola bateu na trave, no corpo do goleiro e não entrou, seria o terceiro do Galo.

Seis minutos depois, ele não desperdiçou. A bola sobrou na entrada da área e Tomás Andrade bateu de primeira. Desta vez ela morreu no fundo das redes, foi o terceiro gol do Atlético. Aos 21, Ricardo Oliveira perdeu boa chance de ampliar na frente do goleiro do Flu.

Aos 41, no entanto, em falta da entrada da área, o experiente atacante não desperdiçou, cobrou com estilo e ampliou para o Atlético Mineiro. E cabia mais. Aos 49, Ricardo Oliveira deu bom passe para Róger Guedes, que deixou zagueiro no chão e tocou para o fundo das redes. Grande gol, o quinto dos mineiros. Aos 52, fim do jogo para grande vitória do agora vice-líder.

Porto Alegre

Éverton, que vive boa fase em 2018, fez o gol do Grêmio no primeiro tempo. Ele foi lançado por Cícero, driblou um jogador do América e completou para as redes. Antes, ele já havia colocado uma bola na trave e o time mineiro pouco ameaçado.

Jogadores gremistas comemoram o gol de Éverton, que deu a vitória ao Grêmio sobre o América-MG
Lucas Uebel/Grêmio FBPA
Jogadores gremistas comemoram o gol de Éverton, que deu a vitória ao Grêmio sobre o América-MG

Na etapa final, o América quase empatou logo aos três minutos em chute de Gerson Magrão, mas Grohe defendeu. Éverton teve outra boa chance aos oito minutos e Cícero aos dez, mas sem sucesso. Se não conseguia marcar, ao menos o Grêmio não sofria e encurralava o time mineiro em seu campo aos 30 minutos.

Aos 37, Éverton recebeu e quase fez o segundo, mas Jori fez ótima defesa. Aos 46 minutos, a melhor chance do América Mineiro. Rafael Moura aproveitou cruzamento, finalizou firme de cabeça, mas Marcelo Grohe fez uma grande defesa e impediu o empate. Aos 48, o árbitro encerrou a partida com vitória dos gaúchos.

Salvador

O primeiro tempo na Arena Fonte Nova terminou tudo igual. Aos 11 minutos, Marcinho cruzou, a bola sobrou para Rodrigo Lindoso, que serviu Kieza. O ex-atacante do Bahia completou para o gol e abriu o placar para o Botafogo. Depois de perder algumas ótimas chances de empatar, o Bahia conseguiu marcar com Régis, aos 48 minutos, de pênalti.

Bahia e Botafogo fizeram jogo de seis gols na Fonte Nova
Felipe Oliveira / EC Bahia
Bahia e Botafogo fizeram jogo de seis gols na Fonte Nova

No início da segunda etapa, Kieza recebeu cruzamento de Leonardo Valencia e cabeceou bem para fazer o segundo dele e do Botafogo. O Bahia teve boa chance aos 12 em chute de Gregore, mas Jefferson defendeu. Aos 27, no entanto, ele não conseguiu evitar o gol de empate feito por Vinícius, que finalizou livre de marcação após falha na saída de bola botafoguense.

Em busca do terceiro, o Bahia chegou a pressionar, mas aos 38 minutos, Léo Valencia cobrou falta no ângulo esquerdo de Douglas e fez o terceiro do Botafogo na Fonte Nova. Mas os donos da casa não desistiram e aos 48 minutos Allione buscou o empate após cruzamento de Nino Paraíba. Ele, baixinho, subiu entre os defensores e finalizou sozinho para empatar a partida. Aos 50, fim do duelo em Salvador e tudo igual em jogo de seis gols.

Leia também: Salah ironiza Sergio Ramos e diz que não desculpou zagueiro espanhol

Mais dois jogos complementam a 11ª rodada do Brasileirão : Santos x Internacional, na Vila Belmiro, e Flamengo x Paraná, no Maracanã. Ambos começam às 19h. Antes da pausa para a Copa do Mundo, acontecerá a 12ª rodada, dividida entre terça e quarta-feira.

    Leia tudo sobre: futebol