Tamanho do texto

O atacante marcou dois gols na vitória do Atlético de Madri por 3 a 0 sobre o Olympique de Marselha, mesmo com a partida acontecendo na França

O Atlético de Madri derrotou o Olympique de Marselha , na França, e conquistou seu terceiro título da Liga Europa e ainda ampliou a hegemonia espanhola no torneio. Desde que mudou de nome e passou a adotar o atual, os clubes espanhóis conquistaram o torneio em seis das nove edições até o momento (3 títulos do Atlético e 3 do Sevilla).

Leia também: Suárez aprova chegada de Griezmann e fala sobre saída de Neymar no Barcelona

Griezmann Atlético de Madri Liga Europa
Reprodução/Twitter/EuropaLeague
Griezmann Atlético de Madri Liga Europa

A vitória por 2 a 0 veio com dois gols de Griezmann . O principal jogador do Atlético de Madri há algumas temporadas continuou a decidir nos momentos críticos. O francês abriu o placar após uma falha do volante Anguissa, que errou um domínio fácil. O segundo veio em um contra-ataque, após belo passe de Gabi.

Os dois gols do artilheiro podem ter sido os últimos do francês com a camisa do atual clube. Há grandes rumos na imprensa espanhola que um oferta do Barcelona já teria sido aceita pelo clube da capital, que só estaria esperando o final da temporada para anunciar a venda do jogador.

O jogo

Atlético de Madri Liga Europa
Reprodução/Twitter/EuropaLeague
Atlético de Madri Liga Europa

O Atlético de Madri começõu tentando manter a posse de bola e tentar ter o controle da partida. No entanto, foi o Olympique que criou as duas melhores jogadas da partida.

Empurrado pela torcida, o time francês criou a primeira grande chance logo aos 3 minutos de partida. Payet tabelou na intermediária e deu lindo passa para Germain, já dentro da área do adversário. O atacante dominou na frente de Oblak, mas chutou para fora disperdiçando uma chance incrível.

Três minutos depois, outra boa chance do Olympique. Rami aproveitou que a bola sobrou na área do Atlético e arriscou parao gol. Sorte do time espanhol que a finalização foi para fora. Azar da equipe francesa que existe a máxima do futebol que diz que quem não faz, leva.

E isso foi o que aconteceu aos 20 minutos de partida. Mandanda tentou sair jogando com Anguissa. O volante errou o domínio e deixou nos pés de Gabi. O meia espanhol não teve muito trabalho para deixar Griezmann livre na cara do gol, que, com muita tranquilidade, tirou do goleiro para abrir o placar em Lyon. 

Leia também: Primeira camisa de Neymar no PSG é leiloada por mais de R$ 1 milhão

Depois de sofrer o gol, o Olympique perdeu o domínio da partida. Os jogadores do clube francês começaram a errar passes fáceis e deixaram de envolver o Atlético como faziam no início da partida. E quem disse que não podia piorar?

Aos 30 minutos, Payet, capitão, camisa 10 e melhor jogador do Olympique, saiu de campo com uma lesão. Com isso, o francês pode até ficar de fora da Copa do Mundo. Com a saída do meia, Luiz Gustavo assumiu a faixa de capitão da equipe. Enquanto deixava o gramado, o meia foi comprimeintado por todos os companheiros e até por Griezmann, colega de seleção.

O jogo continuou amarrado até o final da primeira etapa. Com a vantagem de 1 a 0,  a defesa do Atlético foi para o intervalo sem ser vazada em 49 deos 58 jogos na temporada.

Logo após a volta para o segundo tempo, Grizmann apareceu novamente para marcar seu segundo tento na partida. Logo aos 3 minutos, o Atlético saiu em velocidade após lateral mal cobrado pelo time de Marselha. Saúl teve espaço e enfiou grande bola para o atacante. Novamente cara a cara com o goleiro, Grizmann deu um leve toque para tirar as chances de Mandanda e ampliar a vantagem da equipe espanhola.

Dois minutos depois, o francês foi em busca do hat-trick. Ele arriscou de fora da área, mas a bola acbou indo para fora, mas deu susto aos torcedores do Olympique. No lance seguinte foi a vez de Godín ter a sua chance. O zagueiro subiu mais que os defensores adversários e cabeceou após cobrança de escanteio. Novamente a bola passou muito perto da meta de Mandanda.

Sem o seu meia criativo e dois gols atrás no placar, o Olympique não conseguia criar boas chances de diminuir a vantagem do adversário. Assim, o Atlético estava bem corfortável com a vantagem de dois gols. Quando tinha a posse de bola, se preocupava mais em manter a posse de bola do que tentar criar uma boa chance de marcar o terceiro.

Mesmo sem criar nenhuma oportunidade de gol, o time francês acertou a trave na primeira finalização do clube na segunta etapa. Após cruzamento da direita, Mitroglou ganhou de Godín no alto, mas parou no poste direito da equipe colchnera.

No final da partida, o time francês teve que se mandar para o ataque buscando os dois gols que levariam a partida para a prorrogação. Assim, o  Atlético de Madri  se aproveitou do espaço para matar o jogo. Aos 43 minutos, Diego Costa começou a jogada, que passou por Griezmann antes de chegar a Gabi. O meia dominou e chutou cruzado vencer Mandanda e garantir o título.

Leia também: Jogar Copa após três meses afastado será o maior desafio da carreira, diz Neymar


    Leia tudo sobre: Futebol
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.