Tamanho do texto

Koff presidiu o Grêmio em três oportunidades e esteve à frente do clube em dois títulos da Libertadores e no Mundial de 1983

Fabio Koff morreu aos 86 anos de idade
LUCAS UEBEL/ GRÊMIO FBPA
Fabio Koff morreu aos 86 anos de idade

Uma notícia triste abalou a torcida do Grêmio nesta manhã de quinta-feira. Fábio Koff, ex-presidente do time gaúcho, morreu aos 86 anos de idade por volta das 7h20 (de Brasília) - ele estava internado no Hospital Moinhos de Vento, em Porto Alegre, com um quadro de infecção generalizada.

Leia também: Alex Ferguson, ídolo do Manchester United, deixa UTI após 4 dias

Fábio Koff ficou à frente do clube em três mandatos, conquistando muitos títulos. Entre os mais importantes estão os títulos da Libertadores de 1983 e 1995 e também o Mundial Interclubes de 1983. No currículo ainda aparecem um Brasileirão e uma Copa do Brasil.

A informação da morte foi confirmada pelo próprio Grêmio, que divulgou um comunicado oficial. "O clube expressa toda consternação pela perda de um símbolo de sua história, responsável pela maior glória já alcançada dentro de campo, e solidariza-se com sua família, amigos e com a torcida tricolor", diz o texto.

Leia também: Facebook vai transmitir jogos da Libertadores a partir de 2019

Além de presidir o Grêmio, ele também comandou o Clube dos 13 , desde a sua criação em 1987 até a sua dissolução, em 2011. Koff foi presidente do Grêmio em 1982 e 1983, depois entre os anos de 1993 e 1996, após recuperar-se de um câncer. A última passagem como presidente foi entre 2013 e 2014.

Nota oficial do hospital

O Hospital Moinhos de Vento divulgou uma nota oficial logo após a morte.

"Comunicamos o falecimento do paciente Fábio André Koff, ocorrido às 7h20 desta quinta-feira (10) no Hospital Moinhos de Vento. Ele estava hospitalizado desde 3 de maio, quando deu entrada por quadro de mal estar, piora do estado geral e febre. Inicialmente, foi constatada anemia severa, e exames adicionais evidenciaram infecção hepática.

Após resposta clínica apenas parcial aos antibióticos e demais medidas instituídas, o paciente foi transferido ao Centro de Tratamento Intensivo (CTI) na última segunda-feira (7). Em um quadro clínico de septicemia, insuficiência respiratória e disfunção de múltiplos órgãos, os cuidados intensivos foram mantidos durante todo o período, mas o paciente veio a óbito nesta manhã.

Leia também: Daniel Alves sofre lesão no joelho, mas tenta evitar cirurgia para ir à Copa

Presidente do Grêmio por três gestões, Fábio Koff foi responsável por algumas das maiores alegrias da nação tricolor. Conquistou títulos importantes, merecendo o respeito e a admiração de outras torcidas. Como um dos dirigentes mais bem-sucedidos do Brasil, também teve papel de destaque em associações representativas do futebol. Em seu legado, Koff deixa uma história de dedicação e paixão pelo esporte e por seu clube do coração".

    Leia tudo sobre: Futebol
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.