Tamanho do texto

Atacante do Flamengo foi pego em exame antidoping em outubro. Guerrero vai apelar a Corte Arbitral do Esporte e tentar anular punição

O peruano Paolo Guerrero já teve a sua suspensão por doping reduzida para seis meses pelo Tribunal de Apelação da FIFA , em dezembro. Com a decisão, ele já pode disputar a Copa do Mundo e retornar ao Flamengo em maio. Entretanto, a defesa do atleta conseguiu acionar a C orte Arbitral do Esporte (CAS) para tentar anular a pena.

Leia também: Guerrero tem suspensão por doping reduzida e poderá defender o Peru na Copa 2018

Paolo Guerrero durante treinamento pelo Flamengo
Fotos Públicas
Paolo Guerrero durante treinamento pelo Flamengo

Guerrero aguarda até o final de fevereiro para ser julgado, em última instância, sobre o seu caso de doping na partida da seleção peruana contra a Argentina, em outubro de 2017. Nesta segunda-feira, a defesa do atleta conseguiu enviar a documentação necessária ao CAS para continuar a apelação no caso. A data da audiência ainda não foi estipulada.

A demora ocorreu porque a Comissão de Apelação da FIFA não foi ágil na fundamentação da decisão sobre a redução da pena do atacante. A decisão aconteceu no dia 20 de dezembro. Nesta data, a suspensão do atleta foi diminuida de um ano para seis meses de afastamento do futebol.

Leia também: Jogador da Premier League é suspenso em seis partidas após cuspir em adversário


Entenda o caso

Flagrado no exame antidoping com a substância benzoilecgonina, metabólico da cocaína, em exame realizado depois da partida entre Peru e Argentina, no dia 5 de outubro, Guerrero cumpre suspensão desde o dia 3 de novembro deste ano e ficará livre para jogar futebol em maio do ano que vem. O Mundial na Rússia começa em junho. 

Leia também: "Neymar precisava sair da sombra de Messi", diz Daniel Alves

A defesa de Guerrero inclui o advogado espanhol Juan de Dios Crespo, que já defendeu Lionel Messi da punição durante as Eliminatórias para a Copa, além de Bichara Neto e Marcos Motta. Eles alegam que a substância é proveniente de uma folha de coca utilizada para chá tomado em vários países da América do Sul.

    Leia tudo sobre: Futebol