Tamanho do texto

"Se for possível que ele venha, se ele desejar, o São Paulo também deseja", disse o presidente do time tricolor paulista depois de partida no Brasileirão

O torcedor do São Paulo ainda estava comemorando a vitória de virada sobre o Atlético-PR  no Campeonato Brasileiro 2017 na noite de sábado (14) - triunfo que fez o time dormir fora da zona de rebaixamento - quando um outro assunto ganhou força: a possível volta de Kaká. 

Kaká virou ídolo no Orlando City e anunciou que não segue no time em 2018
Divulgação/Orlando City
Kaká virou ídolo no Orlando City e anunciou que não segue no time em 2018


Depois da partida, o Carlos Augusto de Barros e Silva, o Leco, presidente do São Paulo, foi questionado sobre o retorno de Kaká ao tricolor paulista. Ele tentou desconversar, mas acabou falando sobre o tema. E a notícia pode animar ainda mais o torcedor. 

"Não é tema para agora. Agora estamos comemorando essa vitória", começou Leco ao responder sobre a possível volta do meia em 2018. Em seguida, ele emendou: "Se for possível que ele venha, se ele desejar, o São Paulo também deseja". 

Leia também: Desgastado, Cuca iniciou conversa para sair, diz presidente do Palmeiras

Leco disse ainda que isso será conversa para o momento de planejar o time para a próxima temporada. "Possível é, mas não existe nada. É um jogador que tem a ver com a história e a camisa do São Paulo. É um querido, um são-paulino", comentou. "Vamos esperar, isso é para o planejamento de 2018, mas ele é sempre uma figura bem-vinda", concluiu o mandatário. 

Adeus ao Orlando City

Por aqui, o futuro do meia ainda é incerto, mas na quarta-feira (11), Kaká participou de uma coletiva para afirmar que não irá renovar seu contrato com o time de futebol dos Estados Unidos Orlando City para 2018 - o vínculo com o clube era de três anos e acaba nesta temporada. 

Kaká participa de coletiva para anunciar que não irá renovar contrato com o Orlando City
Divulgação/Orlando City
Kaká participa de coletiva para anunciar que não irá renovar contrato com o Orlando City

Na entrevista, o brasileiro foi bastante elogiado por Flávio Augusto da Silva, dono do Orlando City, e Alex Leitão, chefe executivo da equipe. Ambos são amigos de longa data do meia, que chegou ao elenco em 2014 com recepção de astro e se firmou como capitão e ídolo para a torcida americana. Nas redes sociais, o time está usando a hashtag "ThankYouKaka" para homenagear o atleta. 

O jogador também agradeceu a todos, desde os dirigentes aos demais funcionários do clube a imprensa e torcida. "Vou honrar essa camisa até o final, como sempe fiz", disse. 

Leia também: Técnico Fabio Carille renova por mais dois anos com o Corinthians

A despedida de Kaká será neste domingo, em um amistoso contra o Columbus Crew SC, que vai arrecadar fundos para ajudar Porto Rico, desvastado foi um furacão recentemente. Depois disso, o meia ainda não tem um futuro definido. Entre as possibilidades estão a aposentadoria e, quem sabe, o retorno ao São Paulo. 

    Leia tudo sobre: futebol