Tamanho do texto

Bruno Aguiar ainda teve o carro depredado. Segundo informações de jornais locais e da assessoria do time, ele registrou caso na polícia

Zagueiro do Goiás, Bruno Aguiar mostra ferimentos e camisa suja de sangue após agressão de torcedores
Reprodução
Zagueiro do Goiás, Bruno Aguiar mostra ferimentos e camisa suja de sangue após agressão de torcedores

A tarde de sábado (28) foi de confusão no CT do Goiás. O time, que vive situação complicada da Série B com a 16ª colocação e 25 pontos conquistados até aqui, viu o CT ser invadido por cerca de 50 torcedores. O jogador Bruno Aguiar foi agredido e teve o carro depredado no tumulto. 

Leia também: Veja os detalhes da invasão ao CT do Goiás

Segundo informações do jornal local "O Popular" deste domingo (27), o zagueiro do Goiás teve de levar 11 pontos na boca. Ele aparece em uma imagem com o lábio ferido e a camisa suja de sangue. 

Depois de ser encaminhado ao hospital, Bruno Aguiar, que era o único jogador que estava no CT no momento da invasão porque fazia tratamento médico no local, foi até a polícia e registrou o caso de agressão. Imagens também mostram o carro do jogador com o vidro traseiro quebrado. 

Leia também: Veja a classificação da Série B

Carro do zagueiro do Goiás tem vidro quebrado durante invasão a CT
Reprodução
Carro do zagueiro do Goiás tem vidro quebrado durante invasão a CT


Em nota publicada no site oficial ainda no sábado, o clube esmeraldino repudiou o que considerou um ato criminoso e de vandalismo da torcida. Veja a íntegra da nota: 

O Goiás Esporte Clube repudia de maneira veemente os criminosos atos de vandalismo cometidos no Centro de Treinamento Edmo Pinheiro na tarde deste sábado, 26. Além do patrimônio depredado no vestiário, academia, departamento médico e de fisiologia, profissionais esmeraldinos, cidadãos honrados, foram agredidos covardemente física e verbalmente. Diretoria, comissão técnica e atletas reafirmam sua hombridade e respeito para com a instituição alviverde, garantindo empenho irrestrito durante suas atividades profissionais. O Goiás salienta que não reconhece neste grupo de vândalos os valores de sua imensa torcida, que jamais cometeria atos de barbárie como os que foram vistos no CT Edmo Pinheiro.

Leia também: São Paulo abre treino e recebe milhares de torcedores antes de clássico

O elenco co Goiás está de folga neste domingo. Os demais jogadores treinaram na parte da manhã do sábado e foram liberados. Bruno também foi liberado depois de receber atendimento médico. O time volta a jogar pela Série B do Brasileirão no dia 6 de setembro e enfrenta o Paraná, às 19h30, no Estádio Olímpico. 

    Leia tudo sobre: futebol
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.

    Notícias Recomendadas