Tamanho do texto

O contrato do argentino com o clube vai até junho de 2018

Lionel Messi, contrato com o Barcelona vai até junho de 2018
Divulgação
Lionel Messi, contrato com o Barcelona vai até junho de 2018

A renovação do contrato milionário do argentino Lionel Messi com o Barcelona está ainda bem longe de se concretizar. O clube, apesar de querer fechar o contrato nos primeiros meses de 2017, parece ter estagnado as negociações.

Leia mais: Messi recebe proposta para ganhar cerca de R$ 1 milhão por dia na China

Segundo o jornal esportivo espanhol "Marca", Messi não teve nenhum contato direto com time, nem encontros sobre negociações.

"As partes ainda não se sentaram na mesa para fechar a renovação e o único contato foi uma conversa telefônica", escreveu o jornal. O jogador e seu pai fizeram uma visita à cidade de Barcelona recentemente, mas o clube não aproveitou a oportunidade para discutir a renovação do acordo.

O atual contrato de Messi vai até junho de 2018, enquanto dos colegas Luis Suárez e Neymar já foram renovados até 2021. Essas recentes prolongações de contratos indicam que o clube catalão pretende manter também Messi até o final de sua carreira. *Com informações ANSA.

Recentemente, Neymar ainda comentou sobre a possível renovação do seu colega de equipe. "Esperamos que o Messi siga no Barcelona e com a gente. Acho que logo ele vai renovar o contrato", disse o brasileiro.

Leia mais: China pode tornar Rooney o jogador mais bem pago do mundo

Proposta chinesa 

No início do mês, a "Sky Sports" anunciou que o time chinês Hebei Fortune ofereceu um salário de 500 milhões de euros à Messi por cinco anos de contrato, cerca de R$ 1,7 bilhão.

A quantia significa que o argentino ganharia na China, a quantia de R$ 1 milhão por dia. Atualmente, Messi recebe cerca de R$ 84 milhões por ano do Barcelona.

Leia mais: Neymar e Oscar são os jogadores mais bem pagos do mundo

A equipe do Hebei Fortune é comandada pelo chileno Manuel Pellegrini, que já trabalhou também no Manchester City, Real Madrid, River Plate e Villarreal. O time chinês conta com outros jogadores estrangeiros e caso aceitasse a proposta, Messi jogaria ao lado do também argentino Lavezzi, do marfinense Gervinho e do camaronês Mbia.