Tamanho do texto

De acordo com o jornal inglês "The Times", executivos da Fifa já estudam a proposta para não haver combinação de resultados na primeira fase

Gianni Infantino, presidente da Fifa, diz ter apoio unânime para Copa com 48 equipes
Reprodução
Gianni Infantino, presidente da Fifa, diz ter apoio unânime para Copa com 48 equipes

Além de desejar que a Copa do Mundo de 2026 tenha 48 seleções divididas em 16 grupos de três , o presidente da Fifa, Gianni Infantino, quer que todos os jogos que terminarem empatados no tempo normal, tenha pênaltis para definir o resultado final.

De acordo com o jornal inglês "The Times", os executivos da entidade máxima de futebol, entre eles Infantino, já consideram fazer essa proposta, que corre simultaneamente ao do novo formato da Copa que será disputada daqui dez anos, ainda sem lugar definido.

Essa ideia teria surgido para reparar a preocupação de que em um torneio com 16 gruops de três equipes, duas avancem à próxima fase. Este formato apresentaria um problema, já que um empate na última partida de cada chave poderia classificar ambos os times na fase eliminatória. Já com um vencedor e um perdedor em todas as partidas, as seleções não poderiam fazer o chamado 'jogo de comadres'.

LEIA MAIS: Chapecoense aceita convite e irá enfrentar o Barcelona em 2017

Um caso desse aconteceu na Copa do Mundo de 1982, na Espanha, quando a Alemanha Ocidental venceu a Áustria, que já estava classificada, por 1 a 0 no último jogo do grupo de três, e consequentemente eliminou a Argélia.

A Copa do Mundo atualmente conta com 32 países. Até o Mundial de 1994, nos Estados Unidos, o torneio contava com 24 seleções - a Copa de 1998, na França, foi a primeira com o número de participantes atual.

Do começo até hoje

A primeira Copa do Mundo de futebol foi disputada no Uruguai, em 1930, com 13 nações envolvidas. Esse número aumentou para 16 seleções em 1934 e assim permaneceu por 48 anos. Em 1982, mais oito países foram adicionados, elevando o número total para 24. A partir do Mundial da França, em 1998, foram definidos os 32 países.

A próxima edição da Copa do Mundo será disputada na Rússia, em 2018. Depois, o Catar recebe o evento de 2022. Já o torneio de 2026 ainda não tem sede definida, mas Estados Unidos, México e Inglaterra pleiteam a organização.

LEIA MAIS: Sem Neymar, Fifa divulga finalistas na premiação de melhor jogador do mundo

A definição de um novo formato de Copa do Mundo será definido no conselho da Fifa, previsto para o ínicio de janeiro do ano que vem. Mas, de acordo com Infantino, ele recebeu apoio unânime.

"Todos, por unanimidade, apoiaram o projeto. Uma grande, grande, grande maioria está a favor da ampliação do formato com 48 seleções e 16 grupos de três equipes", afirmou Infantino em uma visita a Cingapura.

    Leia tudo sobre: futebol