Tamanho do texto

Zaga formada por Betão e Fabio Sanches vem dando conta do recado e garantindo pontos para o time de Florianópolis

 A Série B do Brasileirão deste ano está muito disputada tanto na parte de cima da tabela quanto na área de risco. Faltando apenas três rodadas para o fim da competição, só o Atlético Goianiense já garantiu vaga para a elite do futebol nacional em 2017. Outras sete equipes lutam pelas últimas três vagas.  Se o campeonato terminasse hoje Bahia, Vasco e Avaí seriam os classificados - os três clubes estão em 59 pontos.

Confira a classificação da Série B do Brasileiro

O Avaí tenta retornar a série A e tem um segredo para isso: a boa fase da sua defesa. O time está invicto há cinco rodadas, sendo que a última derrota foi justamente para o líder Atlético. De lá para cá, o time do técnico Claudinei Oliveira saiu, ao menos, com um ponto dos confrontos. Outro dado importante é que o Leão da Ilha não leva gol há três jogos: são quase 300 minutos que o goleiro Renan não é vazado.

Avaí está na briga pelo acesso à Série A do Brasileirão
Divulgação
Avaí está na briga pelo acesso à Série A do Brasileirão

Mas para isso a zaga tem que estar bem. E Fabio Sanches e Betão estão dando conta do recado. O experiente Betão comanda o time, já que foi líder por onde passou, como Corinthians, Santos e futebol europeu. Voltou neste ano ao futebol nacional para jogar apenas o returno do nacional, mas mostra que tem muita lenha para queimar aos 32 anos de idade. "Voltar ao meu País e poder jogar em qualidade é muito bom, mas temos que manter o foco e ter a certeza que só depende de nós", disse.

E mais:  Guarani e Juventude encerram jejum e voltam à Série B com ABC e Boa Esporte

Já Fabio Sanches ainda é um zagueiro novo, tem apenas 25 anos e 1,86 metros de altura, mas desde que chegou ao time de Florianópolis conquistou espaço e não saiu mais do time. No primeiro semestre deste ano defendeu o XV de Piracicaba e chegou em abril ao Avaí. Já são 36 jogos disputados no ano, sem nenhuma expulsão. "Estamos fazendo uma boa campanha, demos uma vacilada ao longo da competição, mas agora o time engrenou e aqui todos tem o mesmo objetivo que é subir para a série A".

Rei dos acessos

Aliás, subir é com Fabio Sanches. Ele já tem três acessos na carreira: em 2011 pelo América-RN subiu da C para a B; em 2012 ajudou o Paysandu a subir também da C para a B; e em 2014 mais um acesso da terceira para a segunda, desta vez com o Mogi Mirim. "Se o Avaí subir agora será meu quarto acesso, muito legal para a minha carreira, mas quero mais".

Veja:  Vasco tem média de público pagante inferior a do lanterna da Série B

O próximo jogo do Avaí é no sábado, no estádio da Ressacada, contra o Náutico, partida considerada como uma final, já que quem perder praticamente dá adeus ao sonho de subir. Serão três rodadas para qualquer torcedor se aguentar firme e torcer com o coração na mão. Depois que terminar a Série B, os dois pilares do time avaiano não sabem o que vão fazer. Betão e Fabio Sanches têm contrato até o começo de dezembro e podem já assinar com qualquer equipe.

*Texto de Felipe Abreu, especial para o iG Esporte

    Leia tudo sobre: futebol

    Notícias Recomendadas

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.