Tamanho do texto

Garrincha chamava o jogador italiano, que fez 35 gols em 42 jogos, de "o melhor do mundo depois de Pelé", tamanha a importância do ex-atacante

Maior goleador da seleção italiana, Gigi Riva enfrentou o Brasil na Copa de 1970
Reprodução
Maior goleador da seleção italiana, Gigi Riva enfrentou o Brasil na Copa de 1970

Luigi Riva, ou Gigi Riva, o maior artilheiro da seleção italiana, completa 72 anos nesta segunda-feira e recebeu homenagens de diversos ídolos atuais do futebol da Itália.

LEIA MAIS: Palermo entra na lista dos italianos que atraem investidores chineses

O goleiro da Juventus e também da Azzurra (um dos maiores, senão o maior ), Gianluigi Buffon gravou um vídeo para as redes sociais em que diz que "Gigi Riva sempre foi um exemplo" para os jogadores. Já o ex-zagueiro Fabio Cannavaro usou o Twitter para parabenizar Riva e postou uma foto dos dois em campo.

LEIA MAIS: Prata no Rio 2016, Felipe Wu defende fortalecimento de ligas universitárias

Os perfis oficiais da Fifa e da seleção italiana também renderam homenagensao ex-goleador. Seu clube de coração e pelo qual disputou toda a sua carreira profissional, o Cagliari, postou uma mensagem no Twitter . "Imensamente, infinitamente, simplesmente Gigi Riva. Feliz aniversário, Estrondo de Trovão", escreveu o clube lembrando do apelido pelo qual o italiano ficou conhecido.

A importância de Riva para o futebol italiano é tamanha que ele recebeu o prêmio máximo de homenagem do Comitê Olímpico Nacional Italiano (Coni). "Espero poder ir para a premiação, mas ainda tenho alguns problemas pelas velhas fraturas, entre as quais, aquela de Viena, que se faz sentir muito", disse à ANSA o ex-atacante lembrando da grave lesão que sofreu em uma partida da seleção italiana contra a Áustria.

LEIA MAIS: "Moro em lugar imundo e ele ganha milhões", diz mãe de atleta do Manchester City

No último sábado, ex-jogador foi homenageado com uma exposição no Museu "del Grande Torino", que recebe mostras de grandes jogadores de todos os times italianos.

ELOGIO DE GARRINCHA

Para entender o quanto Riva foi importante, o próprio Garrincha definia o atacante como "o melhor do mundo depois de Pelé". O italiano defendeu sua seleção em 42 jogos e marcou incríveis 35 gols, média de 0,8, entre os anos de 1965 e 1974, tornando-se, assim, o maior artilheiro do País.

*Com informações da Agência Ansa

    Leia tudo sobre: futebol

    Notícias Recomendadas

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.