Tamanho do texto

Rival direto do Internacional, time baiano está a dois pontos dos gaúchos e contam com força da torcida, volta de atacante para seguir na elite brasileira

Argel Fucks tem missão de evitar rebaixamento do Vitória
Divulgação/Francisco Galvão/EC Vitória
Argel Fucks tem missão de evitar rebaixamento do Vitória

Faltam cinco rodadas para o fim do Campeonato Brasileiro de 2016 e, se a briga pelo título ainda está aberta, para deixar a zona de rebaixamento também e o Vitória é um dos que lutam contra a queda. A distância do time de Salvador para o Internacional, primeira equipe fora da zona de rebaixamento, é de apenas dois pontos e, apesar do momento delicado, a equipe se apega a alguns fatos e estatísticas para se recuperar e permanecer na Série A em 2017.

LEIA MAIS: Com Neymar, Fifa divulga lista dos candidatos ao prêmio de melhor jogador do ano

O primeiro grande apoio para a virada vem das arquibancadas. Na última rodada atuando no Barradão, diante do Cruzeiro, o clube teve o segundo melhor público no Brasileirão deste ano: 27.489 torcedores presentes. A expectativa para a partida diante do Atlético-PR, neste domingo, é que o recorde obtido contra o Flamengo (28.387) seja quebrado. Para isso, a diretoria segue com a promoção de ingressos – R$ 10 a arquibancada e R$ 30 a cadeira. Em casa, o Vitória alcançou 22 dos 36 pontos conquistados no Brasileirão. Serão três partidas como mandante até o fim da competição.

Em campo, a esperança é a volta de Marinho nessa reta final. Fora por lesão durante três rodadas – em que o rubro-negro acumulou três derrotas, o atacante retornou contra o Fluminense e ajudou no empate por 2 a 2, ao marcar um dos gols da partida. Com ele à disposição, o aproveitamento é de 40%, com 25 pontos em 63 disputados. Sem o camisa sete, apenas 11 pontos foram somados em 36 (30,5%).

LEIA MAIS: Ué? TV Globo divulga mandos de campo da Copa do Brasil antes do sorteio

Com o atacante inspirado, é possível acreditar no triunfo do Vitória diante de dois rivais diretos nessa reta final. Na 36º rodada, o time baiano encara o Figueirense no Barradão. Na partida seguinte, confronto contra o Coritiba, fora de casa. Com duas vitórias diante dos adversários diretos na luta contra o rebaixamento, o risco de queda diminui.

SECAR O INTER

Outro fator que ajuda a manter a esperança é a sequência dura de adversários do Internacional, clube que está a apenas dois pontos  e é rival direto na luta pela permanência.  A equipe gaúcha faz três partidas fora de casa e apenas duas como mandante. Os gaúchos enfrentam Palmeiras (F), Ponte Preta (C), Corinthians (F), Cruzeiro (C) e Fluminense (F). 

LEIA MAIS: Jogadoras de time de rugby ficam nuas em calendário para arrecadar dinheiro

Por último, o escrete rubro-negro se apega à vantagem existente nos critérios de desempate diante dos três principais rivais contra o rebaixamento (Internacional, Coritiba e Sport). Se o Vitória alcançar a pontuação do alviverde paranaense, vencerá no número de triunfos. Se alcançar Inter e Sport, passará no saldo de gols.

    Leia tudo sobre: futebol