Tamanho do texto

Ele trabalhará na comissão técnica do Juventud de Las Piedras, mas também terá papel social dentro do clube

Luis Cláudio Lula da Silva, o Lulinha, filho do ex-presidente Luís Inácio Lula da Silva, é o novo reforço do modesto Juventud de Las Piedras, que atualmente ocupa a sétima colocação do Campeonato Uruguaio. Ele vai integrar a comissão técnica do time que não tem grandes pretensões dentro do seu país.

Veja:  Pioneiro, Boca Juniors abre mais uma escola de futebol no Brasil, em São Paulo

Lulinha trabalhará como preparador físico das categorias de base, com o objetivo de colaborar para a formação de novos talentos no clube e também dentro do país vizinho. "O Club Atlético Juventud vem desenvolvendo um programa inovador no futebol uruguaio, com forte investimento em infraestrutura e trabalho em valores", disse ao site Montevideo Portal o presidente do Juventud, Yamandú Costa.

Luis Cláudio Lula da Silva, o Lulinha, filho do ex-presidente Lula, vai trabalhar no futebol uruguaio
CORINTHIANS/PÁGINA OFICIAL/FACEBOOK/REPRODUÇÃO
Luis Cláudio Lula da Silva, o Lulinha, filho do ex-presidente Lula, vai trabalhar no futebol uruguaio

Além da preparação física, Lulinha atuará também em programas sociais desenvolvidos pelo clube do Uruguai. Vale lembrar que o filho do ex-presidente Lula já trabalhou no Corinthians como membro da comissão técnica na primeira passagem de Mano Menezes no clube paulista.

Entenda:  Campeonato Brasileiro ganha G6, mas pode ter G9 no ano que vem

Polêmica no Corinthians

De acordo com reportagem publicada no começo deste ano pelo jornal Folha de São Paulo, Lulinha recebeu cerca de R$ 500 mil entre 2011 e 2013 do Corinthians, sem prestar os serviços necessários para o clube. A publicação ouviu nove fontes do departamento de marketing corintiano, setor no qual ele deveria trabalhar, que negam qualquer serviço prestado por Luis Cláudio.

Confira:  Brasileiro deixa de pagar contas básicas para gastar com futebol, mostra estudo

Um ano após sair do clube, Lulinha retornou como funcionário do departamento de marketing corintiano e com uma valorização de R$ 5 mil em relação ao salário recebido anteriormente (R$ 15 mil). Ou seja, com vencimentos de R$ 20 mil.

Lulinha foi alvo da operação Zelotes, uma das fases da Lava Jato. A sua empresa, a LFT, que teve o Corinthians como primeiro cliente, é investigada por receber R$ 2,4 milhões do lobista Mauro Marcondes, preso sob a acusação de comprar medidas provisórias para favorecer montadoras. 

    Leia tudo sobre: Futebol
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.