Tamanho do texto

"Esperamos divulgar o novo calendário o quanto antes", disse o diretor de competições da CBF, Manoel Flores; Decisão deve sair no domingo

A Confederação Brasileira de Futebol (CBF), anunciou nesta quinta-feira, através de entrevista coletiva concedida pelo diretor de competições da entidade no Rio de Janeiro, Manoel Flores, que a mudança anunciada pela Conmebol na estrutura da Taça Libertadores da América  irá influenciar na Copa do Brasil. Apesar disso, ele afirmou que a competição será realizada em menos semanas, porém manterá o mesmo número de datas do formato atual. 

"Ainda estamos vendo, estudando. Vamos mexer o mínimo possível para o calendário de 2017. Manter as premissas do comitê de reformas sobre o calendário: férias, pré-temporada, eliminatórias", disse o diretor, sem apresentar exatidão dos dados.

Manoel Flores é o diretor de competições da CBF
Rafael Ribeiro/CBF
Manoel Flores é o diretor de competições da CBF

Outra mudança significativa, mas que não diz respeito ao calendário, é que o Campeonato Brasileiro pode passar a ter um G5, ao invés do atual G4 (clubes que se classificam à Libertadores). A decisão, no entanto, depende de uma reunião com o Comitê Executivo da Conmebol, marcado para o próximo domingo. O encontro ainda é o obstáculo para que a CBF apresente uma revisão do calendário do futebol brasileiro em 2017.

"Se essa vaga ocorrer, seria o G5, sim. Não será um convite, mas uma decisão técnica. A Conmebol fez questão de deixar isso claro, seria uma vaga para a principal competição nacional. No nosso caso, o Campeonato Brasileiro", continuou.

"Esperamos divulgar o novo calendário o quanto antes. Aguardamos a deliberação de Bogotá, no próximo domingo (data da reunião), e, a partir daí, divulgaremos as coisas. Expectativa é que isso ocorra já na semana que vem", finalizou o dirigente, que ainda garantiu que a CBF esteve diretamente envolvida no processo que definiu o novo formato da Libertadores, além de dizer que a entidade está totalmente alinhada  com o projeto da Conmebol.