Tamanho do texto

Na frente dele estão Fatih Terim, da Turquia, e Sam Allardyce, da Inglaterra. Este segundo, inclusive, já foi demitido da seleção inglesa

Tite está com o bolso recheado de dinheiro
Mowa Press
Tite está com o bolso recheado de dinheiro

Com duas boas vitórias em seus dois primeiros jogos como o técnico da seleção brasileira, Tite já passou uma boa impressão inicial e vem fazendo jus ao bom dinheiro que ganha da CBF. De acordo com o diário britânico "Daily Mail", ele é o terceiro técnico de seleção mais bem pago do mundo, com vencimentos de  2,5 milhões de libras (R$10,5 milhões) por ano.

Veja:  Com cinco alterações, Tite divulga sua segunda convocação na seleção

Na frente de Tite estão  Fatih Terim, da Turquia, que recebe 2,7 milhões de libras (R$11,4 milhões) e Sam Allardyce, da Inglaterra, com 3 milhões de libras (R$ 12,6 milhões). Vale ressaltar, porém, que Allardyce foi demitido recentemente da seleção inglesa  após ser comprovado seu envolvimento no escândalo de corrupção e contratação irregular de jogadores.

1. Sam Allardyce (Inglaterra - 3 milhões de libras)
2. Fatih Terim (Turquia - 2,7 milhões de libras)
3. Tite (Brasil - 2,5 milhões de libras)
4. Joachim Löw (Alemanha -2,15 milhões de libras)
5. Jurgen Klinsmann (Estados Unidos - 2,01 milhões de libras)
6. Carlos Queiroz (Irã - 1,62 milhões de libras)
7. Didier Deschamps (França - 1,3 milhões de libras)
8. Jose Pekerman (Colômbia - 1,25 milhões de libras)
9. Giampiero Ventura (Itália - 1,16 milhões de libras)
10. Fernando Santos (Portugal - 962 mil libras)

    Leia tudo sobre: Futebol